[Minuto do Campo] Figo desidratado

A Universidade Federal de Lavras está desenvolvendo formas de desidratar o figo verde. Acredite! Mesmo com tanto figo a disposição, o Brasil importa a fruta desidratada da Ásia, dessa forma o experimento na UFLA tem o objetivo de ampliar o mercado interno por meio de agregação  de valor ao produto e ao mesmo tempo tornar o produto mais acessível ao consumidor.

A procura por produtos desidratados tem crescido por pessoas que procuram um estilo de vida mais saudável. A desidratação aumenta a durabilidade do alimento, sem perder o sabor e as propriedades. Nesse contexto, o mercado de frutas desidratadas no Brasil tem se destacado cada vez mais. Uma técnica antiga, mas de consumo recente no país.

Essas frutas, em sua maioria, são importadas, e por isso o custo acaba sendo elevado. Até agora, o trabalho desenvolvido pelo mestrando Ronaldo Elias de Mello Júnior já conseguiu desidratar o figo maduro, mas o objetivo é conseguir desidratar a fruta ainda verde. Isso porque o figo no campo quando amadurece exala um cheiro que atrai os pássaros. Para colher a fruta madura, o produtor teria que cobrir os pés, o que seria praticamente impossível. Por isso o figo é colhido ainda verde. Vamos torcer e aguardar o resultado!

figo-desidratado
Figo desidratado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: