Mutirão de Prótese Dentária em Ipatinga atenderá 8,5 mil usuários

Tiago Araújo

Dezenas de pessoas estavam presentes na Prefeitura de Ipatinga

Com a expectativa de atender a mais de 8,5 mil usuários da rede pública, que aguardam desde 2009 pela confecção de prótese parcial (roach) ou total (dentadura), a administração de Ipatinga, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), lançou na manhã desta sexta-feira (9), no salão de entrada da prefeitura, o Mutirão de Prótese Dentária.

Segundo o prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, o objetivo é melhorar a saúde bucal no município, envolvendo todas as faixas etárias possíveis. “Nós trabalhamos arduamente para tornar nossa cidade uma referência em saúde bucal para crianças, jovens, adultos e idosos. Com apoio do nosso corpo técnico, estamos transformando em consultório os espaços inutilizados nas escolas, além de beneficiar as Unidades de Saúde da estrutura básica necessária para atender a população”, afirma.

Para alcançar as metas estabelecidas, a coordenadora da seção de Saúde Bucal, Maria Zilda Machado Torres, junto aos técnicos do setor, têm realizado desde o início do mandato um mapeamento nas Unidades Básicas de Saúde. Por meio desse trabalho, foi possível verificar a demanda por tratamento odontológico em cada bairro.

“Nós encontramos no município um grande número de idosos com a necessidade de roach ou dentadura. Apesar de um orçamento mensal limitado em R$ 80 mil para a Seção de Saúde Bucal, o governo inicia o mutirão graças à otimização de recursos, levando em conta as demandas mais urgentes dos usuários. Do total de 86 cirurgiões-dentistas que atuam nas unidades odontológicas de Ipatinga, 20 foram escolhidos para atender durante no mutirão. Desses profissionais, cinco estão direcionados exclusivamente para atendimento e confecção de próteses removíveis parciais e totais”, detalha a coordenadora.

Em vez de serem 70 usuários atendidos por mês, a Secretaria de Saúde passará a contemplar 176 usuários por mês com a confecção de roach e dentadura, conforme Maria Zilda. “O município mais do que duplicará a sua capacidade de atendimento”, enfatiza.

Organização dos atendimentos
Para a realização do Mutirão, um protocolo de triagem do usuário foi implementado nos últimos meses. O objetivo foi a atualização de cadastro com identificação das próteses necessárias a cada usuário, como forma de otimizar os atendimentos, que obedecerão à ordem cronológica de formação da fila de espera.

Antes do anúncio do anúncio, o prefeito se reuniu com a imprensa para detalhar sobre o mutirão e outros assuntos

O usuário, que atualmente necessita de atendimento odontológico, deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, portando o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e um documento com foto.

A reabilitação oral proporcionada pelas próteses significa, além da recuperação da função mastigatória, a saúde bucal e a estética de pacientes com perdas dentárias, observa Maria Zilda.

UPA enfrenta sobrecarga de demanda
Em relação ao excesso de pacientes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ipatinga, devido ao fechamento das portas do Hospital Doutor José Maria Morais em Coronel Fabriciano (antigo São Camilo), o prefeito Sebastião Quintão afirma que procura uma solução para resolver a superlotação na unidade.

“Houve uma demanda muito forte para o povo de Ipatinga. Nós somos uma cidade conurbada. As pessoas de Fabriciano trafegam por aqui e nós também trafegamos por lá. Então, seria normal que o fechamento do hospital refletisse na demanda aqui. Estamos em contato com Brasília, com o governador, com os municípios vizinhos e vamos sentar com todos os prefeitos da região para chegarmos a uma solução”, explica o prefeito.

Sobre a possibilidade da Beneficência Social Bom Samaritano, de Governador Valadares assumir a administração da UPA, o prefeito desconhece essa ideia. “Não sei responder se existe a possibilidade da Bom Samaritano assumir a administração da UPA, mas no entanto é um hospital que tem uma reputação boa e certamente tem habilidade atender os pacientes. Acho que seria um dos perfis”, resume.

Wôlmer Ezequiel

A Unidade de Pronto Atendimento de Ipatinga enfrenta uma sobrecarga de pacientes

Protestos
O fim da entrevista na manhã desta sexta-feira (9), foi marcada por uma manifestação. Dezenas de manifestantes ocuparam o térreo da Prefeitura de Ipatinga, e tumultuaram o anúncio do prefeito Sebastião Quintão sobre o Mutirão de Prótese Dentária.

O deputado federal Leonardo Quintão, que participou da coletiva do mutirão, era o alvo principal dos manifestantes, que carregavam faixas e cartazes.

Os manifestantes acusaram o deputado de apoiar as reformas (previdenciária, trabalhista e política) comandadas pelo governo de Michel Temer.

Em relação à Prefeitura de Ipatinga, os manifestantes que tinham entre eles sindicalistas, servidores aposentados e representantes de centrais sindicais, reclamaram do atraso no pagamento das férias e outros benefícios.

[video11294]


Postado originalmente por: Diário do Aço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: