Para reduzir gastos, MGS demite mais de 200 funcionários em Minas

Cerca de 20% dos funcionários da MGS serão demitidos em Minas Gerais, de acordo com informação do governo do Estado. A redução no quadro de funcionários faz parte das medidas de corte adotadas pelo governo para melhorar a economia e voltar a fazer o pagamento das prefeituras e funcionalismo público em dia. Ao todo, serão demitidos trabalhadores de 57 órgãos do Estado.

Renato Amaral, representante da Associação dos empregados públicos da MGS, em entrevista à Rádio Itatiaia, contou que aproximadamente 200 funcionários do Instituto de Previdência do Estado estão cumprindo aviso, e o número de demitidos ainda pode dobrar.

O representante da associação revelou que os cortes foram realizados no Hemominas, Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), Secretaria de Saúde (SES) e Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Prodemge).

Procurado, o governo de Minas explicou que os cortes na MGS não afetam as atividades principais no Estado e que as demissões estão sendo realizadas por conta da inflação que a empresa sofreu nos últimos anos.

A MGS é uma empresa pública, de capital fechado, que tem como linha de negócios a prestação de serviços técnicos, administrativos e gerais, com foco apenas em órgãos públicos nas esferas municipal, estadual e federal, em todo o território nacional.

Por: Victor Veloso

Anexos para downloads:

38 thoughts on “Para reduzir gastos, MGS demite mais de 200 funcionários em Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: