Pesquisas mostram que jovens estão deixando redes sociais; rádio é opção

Um levantamento realizado pela Infobase Interativa mostra que os jovens estão diminuindo o consumo das redes sociais. Estudos feitos por consultorias de tendências apontam isso, como também as próprias empresas de tecnologia. A situação chama a atenção do mercado de rádio, este que está sempre em busca de se adaptar aos novos habitos de consumo, agregando diferentes plataformas em sua rotina de atuação. Vale lembrar que o próprio veículo rádio continua popular entre o público jovem, com destaque para aqueles entre 20 e 34 anos.

Segundo uma matéria publicada pelo Meio & Mensagem, empresas de tecnologia como Vivo e Motorola, estão incentivando os consumidores a parar de usar a internet, celular e TV para viverem experiências fora da tela. A Infobase Interativa reuniu pesquisas publicadas pelas empresas e veículos Brandwatch, Campaign US, Fast Company, KOMO News, Origin, RSPH e SELF sobre os hábitos de consumo digital do jovem.

O levantamento mostrou que os jovens estão cada vez mais avessos a problemas causados pelo uso abusivo das redes, como falta de produtividade, atenção, aumento de ansiedade, depressão, queda de autoestima e outros. E essa tendência está sendo observada desde o início de 2019.

No Brasil, rádio segue popular entre os jovens

O paralelo entre a adesão jovem ao rádio e às mídias sociais é necessário para o que o rádio se adapte às necessidades de seu público, independente da faixa etária. De como ele deve usar as plataformas sociais para falicitar a integração com o seu público-alvo ou também perceber movimentos de “fora da tela” para atender à esse novo cenário.

No caso do veículo Rádio não há evidência de “desconexão” por parte dos públicos mais jovens: 89% deles escutaram rádio nos últimos 90 dias, segundo o levantamento do Kantar Ibope Media. Esse volume confirma a tendência vista em outros países, como nos Estados Unidos, que apontam uma forte presença jovem no rádio apesar do surgimento de outras plataformas de mídia.

A afirmação é baseada no “Book de Rádio”, estudo realizado pelo Kantar Ibope Media que detalha o comportamento do consumo de rádio nas 13 regiões metropolitanas que contam com a pesquisa regular do instituto.

Segundo a 5ª edição do estudo anual, o rádio atinge 86% da população dessas regiões e o levantamento aponta ainda que “78% dos entrevistados declararam que o rádio, assim como os demais meios de grande alcance, é fonte de notícias confiáveis”.

5 comentários em “Pesquisas mostram que jovens estão deixando redes sociais; rádio é opção

  • Avatar
    6 julho , 2019 em 05:41
    Permalink

    Unquestionably imagine that that you stated. Your favourite justification seemed to be at the internet the simplest factor to keep in mind of. I say to you, I definitely get irked at the same time as other folks think about issues that they just do not know about. You managed to hit the nail upon the highest and defined out the entire thing with no need side-effects , folks can take a signal. Will probably be back to get more. Thanks

  • Avatar
    28 junho , 2019 em 07:28
    Permalink

    I know this if off topic but I’m looking into starting my own weblog and was wondering what all is needed to get set up? I’m assuming having a blog like yours would cost a pretty penny? I’m not very internet smart so I’m not 100 sure. Any recommendations or advice would be greatly appreciated. Appreciate it

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: