Pessoas com mais de 60 anos sofrem preconceito no emprego

Divulgação

Presidente da Associação dos Aposentados diz que discriminação contra idoso começa na própria família

Outubro é o mês do idoso, comemoração instituída em 2006 para lembrar a criação do Estatuto do Idoso, em 1º de outubro de 2003. Na Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga (AAPI), a data foi antecipada com a realização do II Congresso Regional do Aposentado e da Pessoa Idosa (Congapi), realizado no fim do mês de setembro, junto à 25ª Semana do Aposentado.

Em âmbito nacional, a AAPI apoia a campanha “Respeite. Reconheça. Repense seus conceitos”, lançada nessa segunda-feira (1) pelo Instituto de Longevidade, sediado no Rio de Janeiro, e intercâmbios com a AAP-VR – Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda e com a FAP – Federação dos Aposentados e Pensionistas de Minas Gerais.

Conscientização

A campanha tem o objetivo de chamar a atenção dos brasileiros para o número crescente de pessoas com mais de 60 anos que sofrem preconceito etário na sociedade e, principalmente, no mercado de trabalho. Até 2060, a expectativa é de que haja 73 milhões de idosos no Brasil e, ao contrário do que acontecia há algumas décadas, os idosos de hoje são infinitamente mais ativos, em condição de continuar produzindo e trabalhando.

O filme publicitário foi produzido pela agência Domínio Público. Nele, homens e mulheres acima dos 60 anos questionam a aposentadoria se ainda têm tanto a oferecer. A campanha retrata uma dura realidade enfrentada diariamente pelas pessoas dessa faixa etária.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) revelam que, no primeiro trimestre de 2017, o número de trabalhadores empregados com mais de 60 anos passou de 24,3% para 27% do total, na comparação entre o 1° trimestre de 2012 e o mesmo período de 2017. Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho, mostram que o número de trabalhadores idosos atuando formalmente no mercado cresceu 58,8% nos últimos cinco anos.

Mensagem

Para o presidente da AAPI, Elias Caetano Ferreira, “é melhor ser pessoa idosa do que pessoa velha”. Em sua mensagem, Caetano condenou as discriminações sofridas pelos idosos, em vários casos, dentro das suas próprias casas, e lamentou o distanciamento dos membros das famílias que estão perdendo sua cultura e educação. “Mesmo diante dos desafios, temos também que agradecer pela idade que temos, pois nós podemos fazer muita coisa ainda e ser úteis de uma forma maravilhosa. Que Deus proteja os nossos idosos”, finalizou.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: