PMT ouve demandas do movimento de ocupações

Gualter Lopes / PMT

Reunião tratou de questões relacionadas a regularização fundiária no município

O déficit habitacional e a situação atual das ocupações de áreas públicas em Timóteo foi tema de um encontro informal na prefeitura essa semana. Solicitado pelos movimentos de ocupações e pelas Brigadas Populares, organização que atua em várias frentes afins ao direito à moradia, o encontro foi realizado quinta-feira.

Seguindo a orientação do governo, a proposta é retomar o diálogo com as várias organizações e segmentos organizados da sociedade. Além do prefeito Douglas Willkys, participaram da conversa o secretário de Obras, Sérgio Martins Cruz, o secretário de Planejamento, Fabrício Araújo e o gerente de Habitação da prefeitura, Arístenes Giovanni.

Na oportunidade, as dificuldades que o município atravessa, bem como as dívidas herdadas de gestões anteriores foram abordadas durante o encontro. Arístenes Giovanni, no entanto, frisou que isso não será empecilho para avançar no debate nos debates em torno da regularização fundiária, lei de zoneamento e demais questões importantes sobre essa temática.

Outro ponto abordado no encontro foi a sugestão, por parte da administração, da retomada do Conselho Municipal de Habitação, que está desarticulado. Foi apontada a necessidade de envolver também outras instituições como o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Agência da Região Metropolitana do Vale do Aço e outros atores nas discussões a respeito dessa questão.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: