Polícia Civil anuncia projetos de novas instalações

Fernando Lopes

Wôlmer Ezequiel

Além do prédio no Centro de Ipatinga, delegacia terá nova sede no Distrito Industrial

A Delegacia Regional de Polícia Civil, em Ipatinga, possui dois projetos de futuras obras em andamento. O primeiro, e mais urgente, devido a precariedade da atual instalação, é a construção do novo prédio do Instituto Médico-Legal (IML). Já o segundo projeto, pensado para um momento futuro, é a construção de nova sede da Delegacia Regional.

Afirma o delegado regional, Helton Cota, que o espaço que abriga o IML de Ipatinga está em situação precária e necessita de ações mais rápidas. “Hoje o IML está no cemitério parque Nossa Senhora da Paz. O prédio já foi condenado, possui uma estrutura ultrapassada e está em uma área de preservação ambiental, devido a proximidade com o ribeirão Ipanema. Ou seja, temos que deixar este local”, informa o delegado.

Helton conta que um local provável de construção do novo IML seria em um terreno no distrito Industrial de Ipatinga, que está em processo de doação pela prefeitura. “Estamos aguardando o município doar o terreno, por meio de um projeto de lei”, ressalta.

Negociação

O vereador Jadson Heleno (Solidariedade) destaca que intermediou o encontro entre o chefe da Polícia Civil da região e o prefeito Sebastião Quintão (PMDB) e que o projeto de lei para aprovar a doação do lote deverá ser entregue na Câmara Municipal de Ipatinga (CMI) até o dia 20 deste mês.

“A área doada no Distrito Industrial possui uma área de 2.806 metros quadrados para a construção do IML e futuramente da Delegacia Regional. O que temos hoje é uma situação precária das instalações da PC na nossa cidade”, destaca Jadson.

O delegado regional, Helton Cota, acrescenta que parcerias com os 16 municípios atendidos pelos serviços do IML de Ipatinga também estão em andamento. “Já fizemos reunião com representantes de todos os municípios que nós atendemos e solicitamos a ajuda a eles, todos os prefeitos foram positivos quanto a isso. Também estamos indo atrás da sociedade civil organizada para dar apoio, pois a construção deste IML será benéfica para toda a população”, ressalta Helton.

O projeto utilizado para a construção do IML será um projeto padrão da Polícia Civil, que tem custo total estimado em R$300 mil. Recentemente, foi construído dentro destes padrões o instituto de Guanhães.

Delegacia Regional também precisa de nova sede

Wôlmer Ezequiel

Delegado Helton Cota explica sobre projetos em andamento para novos espaços da Polícia Civil

Em 2016, o Governo de Minas Gerais definiu projetos prioritários, entre eles, a construção de sedes das Delegacias Regionais em cada território de desenvolvimento do estado. O delegado Helton informa que estes projetos serão desenvolvidos no modelo de Parceria Público Privada.

A Delegacia Regional, localizada no Centro de Ipatinga, foi construída há 40 anos e se encontra com espaços inadequados para comportar todo o efetivo da Polícia Civil e atendimento da população.

Recentemente, a Chefia de Polícia Civil do estado encaminhou ofício com solicitação da apresentação de um terreno de construção para que a cidade de Ipatinga fosse contemplada com a nova sede. O terreno viabilizado foi o mesmo do IML, por comportar os dois prédios.

“Nós fomos até o prefeito e o presidente da Câmara Municipal, Nardyello Rocha (PMDB), para que o projeto de doação do lote para o estado de Minas Gerais seja tramitado em caráter de urgência. Os poderes Executivo e Legislativo se mostraram solícitos. Sendo aprovado, mandaremos o documento para a chefia e vamos aguardar os próximos passos”, afirma Helton.

O projeto ainda está em fase incipiente, o delegado regional acredita que a construção se dará nos próximos anos. “Um processo desses é complexo, pois envolve a construção de um prédio de quatro andares, o custo é alto, mas tudo indica que dará certo”, avalia.

Segundo Helton, mesmo sendo fora do Centro, o terreno atenderá todas as exigências do Governo de Minas e também da população de Ipatinga. “No Industrial o terreno é plano, o lote tem capacidade de abrigar a delegacia e o IML. Além disso, a acessibilidade é boa, transporte coletivo circula no local”, afirma.

O prazo para envio da documentação comprobatória da liberação do terreno para uso da Polícia Civil deverá ser enviada para Belo Horizonte até o dia 31 deste mês. Helton conclui que “este é um projeto moderno e que mostrará a nova cara da Polícia Civil na região”.


Postado originalmente por: Diário do Aço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: