Polícia Civil fecha maior fábrica de linhas de cerol em BH

A fábrica foi localizada na região Oeste de Belo Horizonte. Divulgação. Polícia Civil de Minas Gerais
A fábrica foi localizada na região Oeste de Belo Horizonte. Divulgação. Polícia Civil de Minas Gerais

 

Divulgação. Polícia Civil de Minas Gerais
Divulgação. Polícia Civil de Minas Gerais

 

A Polícia Civil de Minas Gerais localizou em Belo Horizonte a maior fábrica clandestina de linhas de cerol chilena, que estava localizada no bairro Vista Alegre, na região Oeste de BH.

Na ação, uma mulher de 43 anos, acusada de ser a dona da fábrica, foi presa em flagrante. No terraço da casa da suspeita, foram encontrados 11 maquinários para produção de linha, 74 frascos de cerol, além de pó químico de mistura de vidro. Materiais usados para produção da linha de cerol chilena.

De acordo com as investigações, a fábrica funcionava há 3 anos, e ainda abastecia o comércio ilegal de cerol em toda capital mineira. A Polícia ainda considera que outras pessoas participavam da produção do material, e revendiam na região do hipercentro da cidade.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte, pelo menos uma vítima é atendida por dia nos hospitais públicos. Segundo a Cemig, aproximadamente um milhão de pessoas ficaram sem energia elétrica em Minas Gerais durante o ano de 2016, devido a acidentes com a rede elétrica.

 

 

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: