Prefeito de Ipatinga integra diretoria eleita para representar cidades-polo do Estado

Cassio Matias/PMC

Sebastião Quintão (ao fundo) integra o grupo de liderança dos prefeitos das cidades-polo, que é presidido por Alex de Freitas (à direita), de Contagem

O prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão, passou a integrar as duas principais entidades representativas dos municípios de Minas Gerais, a Associação Mineira dos Municípios (AMM) e a Frente Mineira de Prefeitos (FMP). Na AMM, Quintão foi eleito e empossado como coordenador da região do Rio Doce, durante o 34º Congresso Mineiro de Municípios, Cidades Criativas & Soluções, realizado nos dias 9 e 10 de maio, no Expominas, em Belo Horizonte. Para dividir com ele a responsabilidade foram indicados o presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Aço (AMVA) e prefeito de Entre Folhas, Ailton Silveira Dias, e o prefeito de Itabirinha, Edmo César. O mandato da diretoria é de três anos e estende-se até 2019.

No encontro de prefeito o destaque foi a palestra do jornalista Merval Pereira, que abordou aspectos políticos, econômicos e a importância da participação dos municípios para transformação do País.

“O descaso com o dinheiro público é tão grande que, em todo o Brasil, existem atualmente mais de 1.800 obras essenciais para a população que foram iniciadas, consumiram vultosos recursos e depois ficaram abandonadas. Muitas delas servem hoje como criadouros de dengue, pontos de atração de animais peçonhentos e utilização por usuários de drogas. Precisamos rever estruturas viciadas ainda enraizadas no poder, trabalhar intensamente no sentido de recuperar a credibilidade perdida pelos governantes”, avalia Quintão. Nesse sentido, ele entende que as entidades associativas também têm importante papel a cumprir como “referenciais para uma gestão responsável dos recursos captados, que devem ser revertidos integralmente em prol do bem-estar da população”, detalhou.

O objetivo do congresso da AMM foi discutir os desafios da gestão municipal, qualificar gestores e servidores públicos, apontar problemas vivenciados pela administração pública municipal e soluções viáveis para a melhoria da qualidade dos serviços públicos oferecidos à sociedade.

Cidades-polo

Em reunião à parte durante o congresso, Sebastião Quintão (PMDB) também foi eleito para integrar a diretoria-executiva da chapa consensual definida para comandar a Frente Mineira de Prefeitos (FMP). A posse do grupo, que tem na presidência o prefeito de Contagem, Alex de Freitas (PSDB), e como vice Paulo Piau (PMDB), de Uberaba, está marcada para o dia 8 de junho, em Nova Lima, onde acontecerá o 108º Encontro de Prefeitos das Cidades-Polo.
O mandato da diretoria da FMP é de dois anos, com possibilidade de reeleição. O novo presidente substitui Vladimir Azevedo, ex-prefeito de Divinópolis.

A Frente Mineira de Prefeitos foi criada em 2003 para zelar pelos interesses dos municípios com mais de 35 mil habitantes, que hoje são 86 em Minas.

Ao longo dos anos, a FMP criou inúmeras ações de interesse dos maiores municípios de Minas. Uma iniciativa importante, que virou programa na gestão de Aécio Neves como governador, foi o “Máquinas para o Desenvolvimento”, com distribuição mais 1.200 máquinas e outros equipamentos usados em obras.


Postado originalmente por: Diário do Aço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: