Prefeito de Ipatinga lamenta campanha marcada por fake news e violência

Fotos: Wôlmer Ezequiel

Nardyello votou pela manhã, na Escola Márcio Cunha, bairro Horto

Acompanhado de familiares e vestindo a camiseta de um candidato à Presidência, o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha (MDB) votou no fim da manhã desse domingo, na Escola Estadual Márcio Cunha, no bairro Horto. Em entrevista à imprensa o prefeito afirmou que houve união de chefes do Executivo na região, para definir uma agenda junto a candidatos, com foco em demandas locais e regionais.

O prefeito afirmou que o processo democrático e o voto são dois dos recursos mais importantes para um cidadão. “Costumo dizer que, atrás da urna, todo mundo vale um, independentemente da cor, do credo religioso, da faixa econômica, todos têm o mesmo valor. O voto é um instrumento de mudança. Se você está insatisfeito, vá às urnas e escolha a mudança de seu representante. Ouso dizer até que deixar de escolher é um ato de covardia, porque a pessoa não escolhe e depois diante de qualquer circunstância negativa afirma que não votou em ninguém. Nesse sentido é preciso dizer que uma eleição não é um jogo de Cruzeiro e Atlético não, em que um perde e outro ganha. Na eleição, se o candidato vencer e for bom, todos ganham. Se for ruim, todo mundo perde”, afirmou.

Nardyello explicou que estava acompanhado do pai, que justamente nesse domingo completa 76 anos. Entre outros familiares estava também a primeira-dama, Aline Franco. “O importante é que viemos votar em família, pois queremos um Brasil e Ipatinga cada vez melhor”, afirmou.

Perguntado pela reportagem do Diário do Aço como viu o desenrolar da campanha eleitoral desse ano, o prefeito disse que há dois fatores lastimáveis. Primeiro, foi o fato de a campanha eleitoral ter sido marcada, fortemente, pela disseminação de boatos. “Vimos a proliferação de fake news a todo instante, às vezes manchando até a honra das pessoas. Também temos que lamentar a violência. Em São Paulo um candidato a governador foi vítima de uma emboscada, teve o carro alvejado a tiros e teve um acidente grave. Depois um candidato, o Bolsonaro, foi vítima de facadas. Pensei até que isso não existisse mais, mas houve até facadas”, observou.

O prefeito também lembrou que foi uma eleição com tempo relativamente curto, de 45 dias, mas que na prática teve campanha nas ruas somente em 30 dias. No entendimento do político, uma campanha nesses moldes facilita a eleição de quem já tem um nome conhecido no meio. “O candidato que já tem esse nome plantado leva vantagem. Em consequência teremos ter uma renovação pequena nas Casas Legislativas, aquém do que o brasileiro esperava”, prevê.

Já em relação à eleição para o governo de Minas Gerais, Nardyello Rocha disse esperar que, quem for eleito, tenha mais respeito com os municípios. “Eu me refiro a todos os municípios e, para exemplificar, Ipatinga tem hoje um crédito em atraso de R$ 100 milhões, junto ao governo do estado. Como administrar uma cidade do tamanho de Ipatinga com uma situação dessas? Eu cito Ipatinga, mas sabemos que prefeitos de vários outros municípios vivem uma situação de caos, com atrasos nos repasses que têm previsão legal. Isso precisa ter fim”, afirmou.

Quando ao presidente da República, Nardyello Rocha disse esperar que há necessidade do resgate da credibilidade e do fim da corrupção. “Definimos uma agenda junto aos candidatos a deputado estadual e federal, no sentido de defender o voto nos candidatos que tenham compromisso com a cidade, com o Vale do Aço. Queremos saber de candidatos que tragam emendas parlamentares para a cidade e que queiram cuidar de Ipatinga como sua cidade”, concluiu.

Saiba mais, da eleição hoje

Em Timóteo eleitores também concentram voto pela manhã
Dez pessoas são presas no Vale do Aço, lançando propaganda eleitoral nas ruas
Locais de votação amanhecem com eleitores na fila em Ipatinga
Tirar selfie? Cola eleitoral? O que pode e não pode no dia da votação
Votos em branco ou nulos não cancelam eleição
Eleitores avaliam a campanha política e revelam o que desejam dos próximos governantes do Brasil
Quem não puder votar hoje terá que justificar a ausência do voto


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: