Pseudoutilitário-esportivo traz suspensões reforçadas e altura livre do solo de 19 cm

Médias de consumo, em acordo com o Inmetro, são de 11,7 km/l e 12,4 km/l, para ciclos urbano e rodoviário

Hoje voltamos a falar do novo WR-V, da Honda.

Bom, para não dizer que o lançamento é só um Fit enfeitado, é justo ressaltar que ele tem distância entre-eixos 2,5 cm maior, chegando a 2,55 m – portanto 5 cm inferior à do City – e as suspensões reforçadas: na frente, travessas e buchas são mais resistentes, os amortecedores trazem batentes hidráulicos e a barra estabilizadora, mais espessa; atrás, o eixo de torção tem como base o do HR-V.

dia22-quartafeiranovohondawrv-parte2
Por dentro, o WR-V é praticamente idêntico ao Fit: acabamento em dois tons, preto e prata ou preto e laranja

O pseudoutilitário-esportivo ainda se orgulha da altura livre do solo de 19 cm. Por dentro, o WR-V é praticamente idêntico ao Fit – a única diferença é o acabamento em dois tons, preto e prata ou preto e laranja. A Honda enfatiza que a direção com assistência elétrica foi “refeita” para o lançamento, mas não explicou o que foi refeito nem o porquê de refazer um sistema que, a priori, funciona bem no hatchback e, também, no City.

Já no porta-malas, a capacidade volumétrica de 363 litros é a mesmíssima do Fit. Suas médias de consumo, em acordo com o Inmetro, são de 11,7 km/l e 12,4 km/l, respectivamente, para ciclos urbano e rodoviário. Como já tínhamos adiantado, a chegada do WR-V vai matar, em breve, a versão de entrada do HR-V – a LX, que hoje parte de R$ 79.900.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: