Referência: Rádio Onda Oeste é destaque com jornalismo local em Piumhi

A emissora está presente nas principais plataformas digitais, realiza campanhas com frequência e tem como foco o jornalismo local e regional, para se aproximar do ouvinte


Foto: Uma das campanhas realizadas pela Rádio Onda Oeste
Rádio Onda Oeste vai inaugurar um estúdio panorâmico, em frente a emissora, para se aproximar ainda mais dos espectadores

Seja falando diretamente com o público local, por meio de campanhas, coberturas jornalísticas e em diversas plataformas digitais, a Rádio Onda Oeste FM, de Piumhi, no Centro-Oeste do Estado, se tornou referência para a cidade e região na hora de se informar. De acordo com o diretor da rádio e diretor artístico da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt), Edgar Rodrigues, o jornalismo local aproxima os ouvintes da emissora.

“Eu sempre digo aos colaboradores da Onda Oeste FM que o rádio é uma importante ferramenta de relacionamento. E vejo que o jornalismo bem feito é a cereja do bolo. Nós estamos em contato direto com autoridades, fontes e o ouvinte, que participa, manda sugestões de pauta, vai à emissora pedir ajuda para um problema no seu bairro. Por exemplo, quando uma pessoa vai conceder uma entrevista ao jornal ela comunica aos amigos e à família. Ou seja, atraímos novos ouvintes,” disse.

As primeiras mudanças, para a rádio atrair mais ouvintes, ocorreram após o empresário João Tomé assumir a emissora e trazer novas ideias, como por exemplo, destaque ao jornalismo regional e local. Com isso, a rádio criou o Jornal da Onda, que é transmitido diariamente e se tornou referência na região. “É um ponto de encontro da notícia, às 8h30. Para isso, mostramos aos ouvintes e ao mercado o jeito Onda Oeste FM de se fazer jornalismo por meio das campanhas em áudio e vídeo,” explica Edgar.

Além disso, a emissora realizou campanhas sobre ‘fake news’, ‘paz no trânsito’, ‘eleições’ e divulgações institucionais com o objetivo de se aproximar das pessoas. “O retorno é a fidelização da marca da rádio, do jornal e, acima de tudo, a confiança que o ouvinte passa a ter em nossos conteúdos. Do ponto de vista comercial, o jornalismo de qualidade atrai bons anunciantes. E o mercado já enxergou isso na Onda Oeste FM,” afirma Edgar.

 

Edgar ainda ressalta que, “no interior, queremos ouvir pessoas da nossa cidade. O que elas pensam, o que elas estão fazendo. Como disse Herodoto Barbeiro: ‘a gente conta pra um lado da cidade o que o outro está fazendo’. Isso vai gerando relacionamento com a emissora. E é esse caminho que a Onda Oeste FM vai seguir: a produção de conteúdo local e regional, com foco no que acontece em nosso cotidiano e não competir com o noticiário nacional,” finaliza.

Multiplataforma: o rádio ao alcance de qualquer pessoa

Conforme salienta Edgar, a Onda Oeste FM é uma emissora de rádio que também é TV. “Estamos nas mais populares plataformas digitais, de modo que um canal complemente o outro e atinja os diversos públicos. O Jornal da Onda, por exemplo, é transmitido em vídeo pelo facebook e youtube. Quando se encerra a edição, o link do jornal, transmitido pelo facebook (vídeo), é disparado pelo whatsApp, para milhares de pessoas. Mesmo em texto, quando se trata de uma notícia de maior repercussão ou uma prestação de serviço, enviamos o link. Pelo youtube, a programação da Onda Oeste FM é transmitida ao vivo, das 5h às 23h, todos os dias. Nessa plataforma é inserida toda edição do jornal e outros conteúdos jornalístico. Com isso, percebemos um crescimento orgânico de seguidores”.

Segundo o diretor da emissora, o próximo passo é a criação de um portal de notícias com os principais acontecimentos da região. O objetivo é deixar os ouvintes da rádio informados também pela web, aumentando a abrangência da emissora em outras plataformas. “O projeto está em desenvolvimento e vamos trabalhar para consolidá-lo também como referência jornalística digital”, ressalta Edgar.

Por: Victor Veloso

(com revisão de Patrícia Marques)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: