Sistema rotativo provisório entra em vigor segunda-feira

Wôlmer Ezequiel

Blocos com os formulários do estacionamento podem ser adquiridos por lojistas, na Aciapi, para revenda aos usuários do rotativo

O estacionamento regulamentado nas ruas do Centro de Ipatinga volta a funcionar na segunda-feira (20). A partir das 8h, fiscais de trânsito estarão nas ruas para autuar os motoristas que pararem nos locais já demarcados como estacionamento rotativo, sem o uso do talão do serviço regulamentado. No total, nove agentes de trânsito farão a fiscalização. A decisão do governo municipal atende solicitações da Aciapi e CDL de Ipatinga. As entidades foram acionadas pelos seus representados, preocupados com a falta de vagas para estacionar, justamente no momento em que há maior movimentação no comércio lojista do centro.

O principal objetivo rotativo é democratizar o uso das vagas e, consequentemente, possibilitar que mais consumidores possam utilizar destes espaços, informam a prefeitura e as entidades do comércio.

Os talões para a venda dos formulários aos usuários do estacionamento podem ser adquiridos na sede da Aciapi e CDL de Ipatinga, na rua Uberlândia. A venda dos blocos pode ser feita por associados não associados.

O presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, explica que desde a retirada dos parquímetros, no mês de maio, a Aciapi e a CDL buscavam, junto ao governo municipal, uma saída para que as vagas de estacionamento não ficassem sem regulamentação de uso. “Finalmente, conseguimos que fosse definido um sistema, ainda que provisório, para este fim de ano”, pontua Cláudio.

Preços
O estacionamento rotativo será aplicado, por enquanto, somente no Centro de Ipatinga, e não haverá cobrança para motocicletas. O motorista pode adquirir talão com validade de uma hora (R$ 2) ou de duas horas (R$ 4). Cada veículo poderá ficar estacionado na mesma vaga por no máximo duas horas consecutivas.

O preenchimento do formulário deverá ser realizado com caneta esferográfica pelo próprio motorista e colocado em local visível no painel do carro. Caberá aos agentes de trânsito da Prefeitura de Ipatinga a fiscalização do uso das vagas.

Quem não usar o formulário preenchido será autuado e depois essa autuação poderá ser convertida em multa. A legislação que regulamentar essa ação é o Código de Trânsito Brasileiro. A cobrança está regulamentada conforme decisão da administração municipal, que tem autonomia para fiscalizar o trânsito urbano.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: