Tragédia em escola de SP: veja casos semelhantes que chocaram o país

Em 2011, um ex-aluno invadiu uma escola no Rio de Janeiro e matou 11 crianças. Pouco depois, em 2017, o vigia Damião dos Santos ateou fogo no próprio corpo e em crianças em uma creche de Janaúba


Na manhã desta quarta-feira (13), seis crianças foram mortas após dois homens encapuzados invadirem uma escola estadual em Suzano, na região Metropolitana de São Paulo, e realizarem disparos. Logo após, os criminosos se mataram. O caso é semelhante a outra tragédia ocorrida na Zona Norte do Rio de Janeiro, em Realengo.

Em Suzano, os dois homens encapuzados, de acordo com testemunhas, aparentam ser adolescentes. Eles teriam invadido a Escola Estadual Professor Raul Brasil, por volta das 9h30, desta manhã. Os homens mataram pelo menos cinco crianças. Ao todo, foram 10 mortes. Logo em seguida, os criminosos se mataram. Além disso, há sete pessoas internadas em hospitais da região, conforme informado pela Polícia Militar.

Aulos mortos seriam do 5° ano
Alunos mortos seriam do 5° ano

Antes de ir à escola os jovens teriam ido até uma loja que fica a 500 metros do local e atirado contra o tio de um deles. A polícia está apurando se a motivação dos crimes tem ligação.

De acordo com os militares, o tio de um dos autores foi socorrido e submetido a uma cirurgia.

Um caso semelhante a este aconteceu em 2011. Um homem de 23 anos invadiu uma escola em Realengo, no Rio de Janeiro, e atirou nos alunos em uma sala de aula. Assim como em Suzano, o homem identificado como Wellington Menezes de Oliveira se matou logo após cometer o crime. O homem ainda tinha levado um tiro de um militar.

Wellington, que era ex-aluno da escola, matou 11 estudantes. Outras 13 pessoas ficaram feridas. As crianças tinham entre 12 e 13 anos de idade.

Tragédia em Janaúba

Cidade de 70 mil habitantes se tornou assunto mundial após tragédia
Cidade de 70 mil habitantes se tornou assunto mundial após tragédia

Em Janaúba, cidade no Norte de Minas Gerais, 13 pessoas morreram após o vigia Damião Soares dos Santos atear fogo na creche Gente Inocente. Além das crianças, funcionários e o autor do crime morreram.

As crianças de 3 e 7 anos estavam participando de atividades quando o vigia entrou na sala, trancou a porta e colocou fogo no local. A professora Helley de Araújo morreu tentando salvar os alunos.

Prédio de escola desaba na Nigéria

Ainda na manhã desta quarta-feira, um edifício localizado na cidade de Lagos, na Nigéria, desmoronou e deixou vítimas e feridos. No prédio funcionava uma escola, com isso muitas crianças acabaram sendo soterradas e presas pelos escombros do desabamento. De acordo com o portal O Globo, algumas pessoas morreram, porém não se tem confirmação do número. Até o momento, 25 pessoas foram socorridas.

Por: Victor Veloso

Anexos para downloads:

21 thoughts on “Tragédia em escola de SP: veja casos semelhantes que chocaram o país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: