[Zero A Cem] Argo básico sai R$ 90 mais em conta que um Fox Trendline 1.0, mas Kwid vem aí!

Novo subcompacto da Renault chega com jeitão de microSUV e um pacote mais atraente, por menos de R$ 35 mil

Hoje, voltamos a falar sobre o novo Fiat Argo, que parte de R$ 46.800, na versão Drive 1.0. Nesta configuração básica, o Argo sai R$ 90 mais em conta que um Fox Trendline 1.0, mas se a estratégia da Fiat é ser agressiva, no preço, seu plano pode ir por água abaixo em poucos dias, quando a Renault apresenta o novo Kwid, que chega com jeitão de microSUV e um pacote mais atraente, por menos de R$ 35 mil – ele é bem menor que o Argo, é verdade, mas trata-se de uma diferença de 25%.

Outra “inovação” do hatchback, o controle eletrônico de estabilidade (ESP), que nem o extinto Bravo chegou a ofertar, é mais um avanço que só está disponível a partir da versão intermediária, Drive 1.3, e mesmo assim quando equipada com o sistema Dualogic, recentemente rebatizado de GSR. Junto com o ESP, vem o assistente de arranque em aclives (Hill Holder), mas para tê-los, o incauto terá que desembolsar R$ 59 mil.

Curiosamente, o grande destaque do modelo de entrada, sua excelente autonomia, não foi noticiado como merecia. São 14,2 km/l, em uso urbano (recorde nacional, desta categoria), e R$ 15,1 km/l, na estrada, sempre com uso exclusivo de gasolina como combustível. Quem opera este milagre é o santo Start&Stop, este sim disponível para toda a linha e todas as motorizações – incluindo a 1.3 litro, de 109 cv, e a 1.8 litro 16V, de 139 cv. (HOMERO GOTTARDELLO)

dia9-sextafeiralancamento-fiatargo2
Interior da versão básica do Argo, Drive 1.0: sistema multimídia que tela destacada é opcional de R$ 1.900

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: