[Zero A Cem] EcoSport 2018: versão topo de linha, Titanium, chega por ultrajantes R$ 94 mil

Uma nova transmissão automática de seis velocidades substitui o problemático câmbio pré-seletivo PowerShift, que vai para o lixo

Hoje, voltamos a falar sobre o lançamento do EcoSport 2018, da Ford…

Bom, a apresentação do jipinho foi aclamada pela imprensa “especializada” e mesmo que o “novo” EcoSport traga apenas uma reestilização mequetrefe, um único motor inédito (1.5 litro 12V, de três cilindros e 137 cv) e mimos tecnológicos que os iPhones oferecem desde 2014, jornais, revistas, portais e blogs o receberam com honras militares – uma subserviência completa dos jornalistas, paga com passagens aéreas em classe econômica e dois pratos de comida, acredite! Os preços, obviamente, deram um salto olímpico e, agora, partem de R$ 74 mil na versão SE 1.5, o equivalente a 79 salários mínimos – aqui é bom frisar que, nos EUA, ele custará o equivalente a 14 salários mínimos ou quase seis vezes menos. Já o modelo topo de linha, Titanium 2.0, equipado com a transmissão automática de seis velocidades que substitui o problemático câmbio pré-seletivo PowerShift, que foi abandonado pela marca, custa ultrajantes R$ 94 mil. O motor Sigma 1.6 litro 16V, que há até uma semana era a quintessência da engenharia, também vai para o lixo. E você, segue acreditando em tudo, tolinho…

No Brasil, a versão de entrada, SE 1.5, custa o equivalente a 79 salários mínimos; nos EUA, mais força e conteúdo por seis vezes menos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: