[Zero A Cem] Fiat aposta todas suas fichas no lançamento do novo Argo, o carro certo para a hora errada

Versão básica, Drive 1.0 (de 77 cv), parte de R$ 46.800 e traz direção com assistência elétrica, travas e vidros elétricos, além ar-condicionado

Desconfie de tudo o que estiver lendo ou assistindo sobre o novo Argo, da Fiat. Afinal, são tantos elogios, tanta exaltação, que o leitor vai, inevitavelmente, se sentir passado para trás ao vê-lo ao vivo, com seus próprios olhos.

O hatchback é cantado em verso e prosa como modelo que devolverá a liderança do mercado nacional à Fiat, mas nenhuma reportagem diz que, para isso, ele teria que vender, sozinho, cerca de 70 mil unidades até o final deste ano – Mobi, Uno, Palio e Punto venderam, juntos, menos de 36 mil unidades no primeiro quadrimestre. Glorificado, o lançamento ganha o status de médio de luxo em muitas matérias, que omitem o fato de ele ser 7 cm menor que seu antecessor, o Punto, e de “requentar” uma plataforma antiga, usada pelo Palio desde 2011.

Preços competitivos ele tem – bom, pelo menos por enquanto, antes dos reajustes marotos que se seguem a todo lançamento. A versão básica, Drive 1.0 (de 77 cv), parte de R$ 46.800 e traz direção com assistência elétrica, travas e vidros dianteiros elétricos, além ar-condicionado, como itens de série. Aqui, é bom lembrar que a central multimídia que fica destacada no console frontal e que vem sendo alardeada como item de série para toda da gama é, na verdade, um opcional que custa R$ 1.900, R$ 600 mais caro que o conhecido rádio Connect.

(HOMERO GOTTARDELLO)

dia8-quintafeiralancamento-fiatargo1
Fiat Argo Drive 1.0: desconfie de tudo o que estiver lendo ou assistindo sobre o lançamento

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: