Cidade de Camanducaia é tema de documentário que aborda época da Ditadura Militar

O filme foi dirigido e produzido por Tiago Rezende de Toledo, natural de Itajubá

As memórias da cidade de Camanducaia, no Sul de Minas, viraram tema de um documentário, que estreou nessa sexta-feira (4). Além de ser conhecida por suas belas paisagens e pelo distrito de Monte Verde, o município também é lembrado pela participação na Ditadura Militar Brasileira.

O documentário “Operação Camanducaia” aborda uma operação clandestina em que policiais de São Paulo (SP) prenderam 93 crianças e adolescentes acusados de pequenos delitos, em 1974. Na época, eles foram despidos, espancados e jogados em um barranco perto de Camanducaia.

A maioria dos jovens atacados pelos policiais sumiram. Apenas 41 deles voltaram para a cidade na manhã do dia seguinte, machucados, nus e com fome, invadindo bares e restaurantes em busca de comida. Os outros 52 continuam com o paradeiro desconhecido até os dias de hoje.

Tiago Rezende de Toledo, diretor do filme contou que o filme retrata uma história muito chocante da época da ditadura, que praticamente caiu no esquecimento. Segundo ele, o filme tem missão de resgate histórico, mas, sobretudo de discussão sobre direitos humanos, infância e violência.

Tiago é natural de Itajubá, também no Sul de Minas, e teve a ideia de produzir o filme depois que leu o livro “Infância dos Mortos”, de José Louzeiro. Ele ainda explicou que foram 10 anos de pesquisa e produção para finalizar o documentário.

No início, a intenção era contar a história do desaparecimento dos meninos, mas no decorrer dos estudos, outros materiais foram encontrados e a equipe chegou a entrevistar 57 pessoas. O documentário foi disponibilizados em um canal de TV por assinatura e em breve estará no canal de streaming. O objetivo é expandir as formas de exibição.

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: