Divinópolis: conheça as propostas dos candidatos Fabiano Tolentino (Cidadania) e Will Bueno (Progressistas)

Os dois candidatos são os primeiros entrevistados da cidade de Divinópolis

Nesta quarta-feira (28), o Portal Amirt entrevistou os candidatos à prefeitura de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, Fabiano Tolentino (Cidadania) e Will Bueno (Progressistas). Os candidatos  falaram sobre segurança, economia e setor comercial, que é um dos que mais emprega pessoas na cidade. No fim da conversa, eles deram as considerações finais. Amanhã, quinta-feira (29), estaremos com Gleidison Azevedo (PSC), Laiz Soares (Solidariedade) e Marquinho Clementino (Republicanos).

Iniciando a entrevista, Tolentino, falou sobre um de seus projetos para melhorar a segurança de Divinópolis, o Cidade Inteligente. “No projeto, nós vamos trocar todas as lâmpadas da cidade por LED, Divinópolis vai ficar de três a dez vezes mais clara, em todas as regiões. Com isso, a gente deve colocar cerca de 600 câmeras para fazer o monitoramento de pessoas e de furtos. Se entrar um criminoso em Divinópolis, ele vai ser reconhecido pela câmera que está no poste. É um projeto muito avançado”, explicou.

O candidato Will Bueno também aproveitou seu tempo para manifestar suas ideias sobre a criação de ferramentas tecnológicas para minimizar o número de crimes em Divinópolis. “Nós temos que criar essas ferramentas para fazer com que o criminoso que violar as leis, pode até não ter sido preso ali na hora, mas vai ser pego até dois dias depois, através de câmeras de segurança, monitoramento e detecção imediata de carro roubado. Nós temos que fortalecer a inteligência artificial para ajudar os policiais. O medo está em todo lugar, mas o crime está em lugares específicos”, ressaltou.

O setor comercial e econômico da cidade também foram temas da conversa. O candidato Fabiano Tolentino citou os efeitos da pandemia no fechamento de empresas. Segundo ele, o processo de criações de novos negócios em Divinópolis precisa ser acelerado. “Hoje para montar uma empresa em Divinópolis demora cerca de dois anos, e nas cidades vizinhas uma empresa é instalada em 30 dias. E isso faz com que as empresas vão pra fora do nosso município. Precisamos estabelecer nossos pontos fortes, como confecção e turismo. Acredito que esses pontos vão fomentar nossa economia”, salientou.

Will citou algumas medidas de curto, médio e longo prazo para impedir que a crise econômica avance e atinja ainda mais a cidade de Divinópolis durante a pandemia da Covid-19. “Nós precisamos de um plano emergencial imediato, a partir do dia 1º de janeiro, para recuperar os empregos do setor que foi mais prejudicado, que foi o comercial. Precisamos fortalecer, principalmente, o pequeno comerciante, dar apoio e suporte à esses trabalhadores. E o mais importante, nós temos que facilitar os impostos, parcelar, ou até mesmo fazer associações de pequenos comerciantes para que esses impostos sejam revestidos em investimentos”, disse.

 

Assista a entrevista na íntegra:

Clique aqui para baixar o vídeo.

 

 

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: