Tendências | Smart speakers já são uma realidade no consumo de streaming de rádio no Brasil

São Paulo – Empresas de tecnologia apontam consumo de rádio na internet através de dispositivos como a Alexa (Amazon)

Tema constante sobre audiência de rádio on-line em países como Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, entre outros, as smart speakers já aparecem como um dispositivo usado para consumo de streaming de rádio no Brasil. A constatação é feita por empresas de tecnologia que prestam serviços digitais à diferentes emissoras brasileiras. Durante o último Painel tudoradio.com, realizado no sábado (24), Eônio Júnior (Mob Radio) afirmou que a Alexa já aparece como um equipamento relevante no Brasil para se conectar ao streaming de várias rádios.

No painel, Eônio lembra que o comportamento hoje visto sobre o uso de dispositivos como a Alexa se assemelha com o que ocorreu com os aplicativos de rádio, em meados de 2010. A partir do momento que a ferramenta já aparece como uma opção relevante para o consumo do streaming, seu crescimento pode acontecer de forma acelerada, conforme a tecnologia de conexão avance, ampliando a adesão ao dispositivo.

Outro ponto é a evolução da ‘skill’, que é o serviço oferecido por uma determinada empresa, marca ou criador de conteúdo nos ambientes das empresas de inteligência artificial (Amazon com a Alexa, Apple com a Siri e o Google). Eônio lembra que a primeira função, assim como era com os aplicativos de rádios em smartphones, pode ser de conexão ao streaming de áudio. Mas isso evolui e várias emissoras já disponibilizam mais serviços no comando de voz, ampliando a interação e a oferta de conteúdo.

“A Alexa já é uma realidade em muitas residências aqui no Brasil, seja para automação ou entretenimento. Ela trouxe o rádio através do streaming de áudio para dentro das nossas casas, ganhando o lugar que outrora fora do aparelho fm e que em muitos lares já nem estava presente mais pela substituição de dispositivos móveis”, afirma Eônio Jr, em contato com a redação do tudoradio.com.

Também durante o Painel tudoradio.com, Vitor D. Faria Junior (head de digital do GC2 – Alpha FM e 89 FM A Rádio Rock) afirma que, assim como a oferta de novos dispositivos, uma maior velocidade e estabilidade de internet tem auxiliado no consumo digital, que podem fazer com que entregas de conteúdo e uso de equipamentos como as smart speakers avancem.

Contribuindo com essa percepção, o NextOnDial (estudo realizado pela empresa de tecnologia NextDial) também registrou avanço no uso de smart speakers para se conectar ao streaming de áudio das rádios brasileiras. Segundo o levantamento, que considera das rádios aferidas pela empresa, o consumo em abril totalizou 29h 02 min (contra 14 h 55 min de janeiro), em maio 29 h (contra 15 h e 52 min de fevereiro), e em junho foram 21 h 12 min (contra 21 h de março).

Ainda segundo o levantamento, no final do primeiro semestre foi registrada uma média de 23 h e 28 min de consumo de streaming de rádio nesses dispositivos.

As caixas de som inteligentes (smart speakers)


Um dos modelos da Amazon, que embarca a Alexa

Fáceis de usar através de comandos de voz similares a uma conversa normal, as smart speakers estão avançando rapidamente em vários países do mundo. A primeira caixa de som inteligente a ser comercializada no Brasil surgiu no primeiro semestre de 2019, através de um modelo da JBL que embarca o sistema operacional do Google (Google Assistente). Já a famosa Alexa, da Amazon, surgiu no mercado brasileiro a partir de outubro do ano passado.

Esses dispositivos são importantes para o rádio devido a sua facilidade em acessar o conteúdo ao vivo (via streaming) das emissoras. E tem impactado positivamente na audiência residencial de rádio em países como os Estados Unidos, onde é considerável o hábito por parte da população em se conectar ao conteúdo das emissoras de rádio.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: