Bolsonaro pretende vetar trecho da LDO para fundo eleitoral

Lei prevê destinação 6 milhões de reais para campanhas eleitorais

O presidente Jair Bolsonaro pretende vetar o trecho da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2022, que prevê a destinação de quase 6 bilhões de reais para as campanhas eleitorais. A informação foi dada durante entrevista exclusiva para a Rádio Nacional da Amazônia nesta segunda-feira. Bolsonaro alegou que o valor é astronômico e que poderia ser utilizado, por exemplo, para a conclusão de obras de infraestrutura pelo país.

Após 4 dias internado em um hospital particular em São Paulo por conta de uma obstrução intestinal, Bolsonaro está bem, voltou à Brasília e informou ter conversado com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre o estudo do medicamento proxalutamina na redução da infecção viral causada pelo coronavírus. A medicação será submetida a estudo clínico autorizado pela Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, também nesta segunda-feira.

Em relação às medidas de enfrentamento ao coronavírus, o presidente Bolsonaro destacou o papel do auxílio emergencial e informou que o governo federal pretende lançar em novembro o novo Bolsa Família, com valor mínimo de 300 reais.

Sobre a pandemia, Bolsonaro criticou o que chamou de ‘narrativas contra a saúde’, e afirmou estar com a consciência tranquila sobre o enfrentamento da pandemia, e agradeceu o trabalho de ministros e servidores públicos.

Foto: Empresa Brasil de Comunicação / Divulgação.

Por Radioagência Nacional.

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: