Funcionário morre durante explosão em fábrica de fogos de artifício

A suspeita é que a explosão na fábrica ocorreu quando o homem manuseava pólvora branca

Um homem morreu, nessa segunda-feira (5), após explosão em uma fábrica de fogos de artifício, na zona rural de Lagoa da Prata, no Centro-Oeste de Minas. A vítima tinha 52 anos e era funcionário da empresa.

O Corpo de Bombeiros informou que uma equipe estava próxima do local quando ouviu o barulho. Ao chegar à empresa, a guarnição encontrou o homem já sem vida.

Segundo os bombeiros, a explosão pode ter sido causada por pólvora branca, usada como matéria-prima para a produção dos fogos.

Além dos bombeiros, a Polícia Civil e o Exército estiveram no local. Segundo os militares, a empresa funcionava de forma legal. O corpo do funcionário foi liberado após a perícia.

Por André Viana.

 

%d blogueiros gostam disto: