MPMG investiga Serviço Municipal de Luto em Formiga

A operação do MPMG é realizada contra servidores e ex-servidores sobre venda de reserva de túmulos em Formiga

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) comanda uma operação de busca e apreensão contra servidores e ex-servidores do Serviço Municipal de Luto. A investigação é realizada nesta sexta-feira (9), em Formiga, na região Centro-Oeste de Minas.

Segundo informações divulgadas, coveiros recebiam propina para reservar vagas no cemitério de Formiga. Os profissionais enterravam caixões vazios e, em seguida, marcavam o local em nome de determinada família. Quando uma pessoa daquele grupo familiar falecia, o caixão vazio era retirado e o corpo enterrado.

De acordo com as investigações, os envolvidos cobravam R$ 25 por túmulo reservado. Conforme o MP, seis coveiros e um aposentado participavam do crime. Assim, cada um dos profissionais ativos cuidava de 100 túmulos. Além disso, foi informado que servidor aposentado iniciou o esquema em 2007.

Ainda segundo as investigações, foi apurado que os coveiros recebiam horas extras que não eram cumpridas. Além disso, há indícios do desvio de urnas funerárias do município para uma funerária particular. Assim, MP também supeita que os criminosos estariam abastecendo veículo particular com dinheiro público.

A Administração Municipal disse, em nota, ter sido informada da operação na manhã desta sexta-feira. Inclusive, a Prefeitura da cidade já tinha procedimento administrativo instaurado contra um dos investigados. Contudo, informaram que não compactuam com o crime e estão à disposição das investigações do Ministério Público.

 

MPMG

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: