Tóquio: Comitê organizador quer evitar surtos ligados à competição

Ausência do público foi decidida nessa quinta-feira (8)

Evitar surtos ligados à competição. Essa é a prioridade dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio, segundo afirmação da presidente do Comitê Organizador local, Seiko Hashimoto.

Em consequência da decisão pela ausência de público nas arenas, em Tóquio, alguns voluntários podem ser remanejados ou dispensados. Um festival programado para ocorrer na sede das disputas do surfe foi cancelado, assim como a presença de público nas etapas da competição.

A decisão de fechar os portões ao público também se estende para cidades da Grande Tóquio. Nas arenas fora da região metropolitana, como Fukushima, Miyagi e Shizuoka, que não estarão sob estado de emergência, será mantida a restrição de público a 50% da capacidade dos estádios, com o limite de 10 mil torcedores residentes no Japão. A entrada de estrangeiros continua vetada.

Quanto aos Jogos Paralímpicos, que terão início no dia 24 de agosto, ainda há a possibilidade de serem abertos a um pequeno número de torcedores. A decisão será tomada no dia 16 de julho.

Faltam 14 dias para o início dos Jogos de Tóquio.

Por Radioagência Nacional.

 

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: