UFMG aponta saúde mental de empreendedores afetada por pandemia

Segundo o estudo, 20% dos empreendedores foram abalados psicologicamente

A pandemia da Covid-19 afetou a saúde mental de empreendedores, segundo pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Troposlab. O estudo indica que 20% deles tiveram sintomas médios e severos de sofrimento psicológico, enquanto 15% iniciaram uso de ansiolíticos ou antidepressivos.

Além disso, 73% apontaram queda financeira, sendo que, destes, 29% tiveram menos da metade do que antes. Segundo os resultados, quanto maior a baixa de rendimento, mais intensos são os sintomas psicológicos.

Marina Mendonça de Sousa, diretora de Cultura e Times da Troposlab, informou que os participantes receberam um feedback sobre seus resultados. Já aqueles com sintomas médios ou severos, receberam orientações de como buscar ajuda profissional.

A diretora também revelou que a pesquisa é um trabalho pioneiro no Brasil, que pretende investigar questões relacionadas à saúde mental de empreendedores. A primeira fase da pesquisa foi realizada em junho de 2020, a segunda começa neste mês.

 

UFMG

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: