Organização Mundial da Saúde prevê redução progressiva do consumo de cigarro até 2025

João Santiago é jornalista e tem 29 anos. Começou a fumar há 10. E chegou a consumir 40 cigarros por dia. Ele decidiu parar há cinco meses, com auxílio médico. Há 18 anos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publica o Relatório Global de Tendências na Prevalência do Tabaco. E, pela primeira vez, o número de fumantes diminuiu.

De acordo com a OMS, de 2000 a 2018, o número de homens que fumam chegou a 1 bilhão e 93 milhões. A previsão é de queda, em 2020, para 1 bilhão e 91 milhões. E 1 bilhão e 87 milhões em 2025. Em relação às mulheres, a OMS acredita que aproximadamente 100 milhões deixaram o tabaco entre 2000 e 2018. O número deve chegar a 212 milhões em 2025.

Alfredo Skaf, que é consultor médico da Fundação do Câncer, explica que os números mostram que as políticas antitabagismo estão dando resultados. Todos os anos, 8 milhões de pessoas morrem no mundo em consequência de doenças relacionadas ao uso do cigarro. No Brasil, a estimativa é de que 200 mil mortes estejam ligadas ao fumo.

O tabagismo é uma doença crônica e um fator de risco para vários tipos de câncer, doença pulmonar obstrutiva crônica e doenças cardiovasculares.

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: