Igreja de Santana de Patos é interditada novamente pelo Corpo de Bombeiros

Um dos patrimônios históricos mais antigos do município de Patos de Minas. A igreja de Santana de Patos, foi novamente interditada pelo Corpo de Bombeiros. A vistoria foi feita na manhã desta quarta-feira (08/03) a pedido do Ministério Público. O subtenente Fernandes, responsável pelo trabalho dos bombeiros, constatou que o prédio corre o risco de desabar a qualquer momento.

O subtenente Fernandes disse que a situação da igreja é muito crítica. A igreja é feita de alvenaria e madeira. A parte de madeira está apodrecida e desnível das vigas, apresentando situações de risco. Já na parte de alvenaria, existem paredes trincadas, de cima a base. “Não foi apresentado nenhum projeto da igreja e nas condições que ela se encontra, não poderá ser frequentada pelos fiéis”, alertou. 

José Simão é uma das pessoas que ajuda na conservação da igreja. Segundo ele, a comunidade não tem condições financeiras para reformar a igreja. Apenas pequenas reformas na estrutura foram feitas pela própria comunidade, além do trabalho de limpeza e conservação. “Sem uma ajuda do governo, a igreja vai cair”, ressaltou.

Segundo ele, a igreja faz parte da vida da maioria dos moradores do distrito e ninguém quer abandoná-la. Com mais de 70 anos, José Simão contou que cinco gerações da família dele foram batizados na igreja. “Meu tataravô, meu bisavô, meu avô, meu pai, meus filhos e meus netos foram batizados aqui”, ressaltou.

Outro morador do distrito, o aposentado Antônio Pereira de Melo, mora há mais de 70 anos no distrito. Segundo ele, o pessoal que reside na zona rural vai até o distrito todos os dias que tem missa. “A igreja é a única coisa que tem em Santana de Patos, não podemos ficar sem ela”, lamentou.

Do lado de fora é possível ver rachaduras na estrutura da igreja. Já na parte interna, as vigas de sustentação da igreja, feitas em madeira, estão todas apodrecidas. O reboco das paredes está caindo. Rachaduras grandes são vistas em todas as paredes. Construída no século XIX, o estilo é correspondente à 4ª fase do barroco mineiro e a segunda igreja mais antiga de Patos de Minas, ficando atrás da igreja de Areado. 

 

Postado originalmente por: Clube AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: