PROCON pede ao MP que investigue postos de combustíveis de Patos de Minas, após aumento abusivo nos preços da gasolina

O PROCON de Patos de Minas pede ao Ministério Público de Minas gerais que inicie uma investigação nos postos de combustíveis da cidade, para verificar o aumento nos preços da gasolina. Embora a Petrobras tenha adotado uma política de reajuste diário nos preços, os patenses estão pagando muito mais, se comparados com a média de outras regiões. Por aqui a gasolina custa quase R$ 5,00; no restante do país, o combustível é comercializado, na média, por R$ 3,966 reais por litro.

Diante disso, o PRCON do município, e o PROCON do Estado solicitam que o órgão investigue os casos e apure possíveis irregularidades. Nas ruas, há muita reclamação. Entretanto, a atuação, nesse caso, é de responsabilidade do PROCON estadual. No entanto, por conta das inúmeras queixas de consumidores, o órgão do município também solicitou a investigação.

As altas nas refinarias, que somam cerca de 7% em dois dias, vêm em meio a uma nova política de preços da estatal que prevê mudanças até diárias das cotações, em um momento em que a companhia tem prometido praticar preços alinhados ao mercado internacional e ao mesmo tempo se esforça para evitar perda de participação no mercado doméstico de combustíveis.

Postado originalmente por: Clube AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: