Venda de churrasquinho no espeto, sem alvará sanitário, acende alerta em Patos de Minas

Em tempos de crise financeira, quando muita gente perde o emprego, buscar alternativas para aumentar a renda é comum. Em Patos de Minas, muitos apostam na venda de produtos alimentícios, como por exemplo, churrasquinho no espeto, cachorro quente e outros. Entretanto, a vigilância sanitária do município alerta para os perigos do consumo desses alimentos. “A pessoa pode ter diarréia, vômito, dores de cabeça e, nos piores casos de intoxicação alimentar, morte”, explica a coordenadora da vigilância sanitária, Lilian Marinho.

Entretanto, a fiscalização só acontece nos estabelecimentos já legalizados no município, pois os chamados “churrasquinhos de esquina” são considerados como comércio ambulante, por não terem alvará de localização. Nesse caso, a responsabilidade é dos fiscais de postura do município. “Os estabelecimentos que são credenciados pela vigilância, nós fiscalizamos e não há nenhum problema. No entanto, há aqueles que não têm alvará de localização, nesses casos não há como a vigilância interferir, pois envolve também os fiscais de postura”, explica Lilian. Apesar disso, a coordenadora afirma também que a população pode denunciar aqueles que desobedecem a legislação municipal. “As pessoas podem denunciar, nós iremos verificar e, inclusive, pedir que a fiscalização de postura atue também”, disse.

Apesar de apresentarem riscos para a saúde, a população consome esses produtos e defende o comércio ilegal. Durante entrevista para o Clube Notícia, Lilian destacou que a fiscalização da vigilância é recebida com hostilidade pela comunidade. “Quando nós vamos naqueles lugares onde há denúncia, os clientes entendem que estamos atrapalhando o negócio alheio, mas não é essa a nossa intenção”, disse.

Clique no áudio abaixo e ouça a entrevista completa:

Postado originalmente por: Clube AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: