Imagem flagra mulher furtando produtos em farmácia no centro de Patos de Minas, veja vídeo

Nesta semana, o patense Júlio Cesar Silva foi pego de surpresa! Ele foi multado, por agentes de trânsito do município, por estar circulando em uma motocicleta com a viseira do capacete levantada. No entanto, o veículo no qual teria sido supostamente autuado, não está em circulação há pelo menos dois anos. A infração de trânsito teria sido flagrada na Rua Major Jerônimo. Em entrevista para a equipe da Rádio Clube 98, o homem se mostrou irritado e diz ter sido mal atendido pelos servidores da Prefeitura, ao tentar resolver o problema. “Eu não ando nessa moto há muito tempo; tenho as fotos dela aqui, parada. E eu fui à prefeitura ninguém consegue resolver nada e nem informação direito eu tive”, contou. A nossa equipe tentou contato via telefone com o secretário de trânsito, Roberto Carlos Campos, mas ele não retornou nossas ligações.

Nas redes sociais, Júlio manifestou seu total descontentamento com a notificação. Na mesma postagem, outros motoristas também relataram casos parecidos. Alguns chegaram a citar reportagem do Clube Notícia que mostrou a arrecadação da Prefeitura com as multas de trânsito. Até agora, foram quase 2 milhões de reais. Na Câmara Municipal até mesmo os vereadores da comissão ficaram surpreendidos com os valores e querem mais informações sobre a aplicação das multas. “A gente fica sem entender essas coisas, pois não faz sentido. É complicado, mas eu vou recorrer. Isso não pode ficar assim”, Júlio em entrevista. O proprietário da motocicleta alega ainda que não haja possibilidade de o veículo ter sido clonado.  

Postado originalmente por: Clube Notícia – Patos de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: