PM cumpre mandado e localiza maconha e réplica de fuzil em casa no Bairro Jardim Esperança

A Polícia Ambiental de Patos de Minas realizou nessa sexta-feira (02-10), a apreensão de aproximadamente 100 quilos de peixes das espécies mandi, piau, traíra, matrinxã e dourado. Dois pescadores foram encaminhados para a sede da companhia e depois liberados.

Sargento Ivair disse que a Polícia Ambiental recebeu várias denúncias relatando que indivíduos  realizaram pesca predatória no Rio da Prata e que estavam vendendo os pescados na região do distrito de Cruzeiro da Prata, município de Presidente Olegário.

De posse das informações, os militares foram para o distrito e abordaram um suspeito de 62 anos. No quintal da casa dele, dentro de uma caixa de isopor, foram localizados 69 quilos de peixes que ele relatou que foram pescados no Rio da Prata.

Durante levantamentos, os militares receberam outra denúncia informando que outro indivíduo estava armazenando pescados oriundos do Rio da Prata. Imediatamente os militares deslocaram para uma fazenda que também fica no distrito de Cruzeiro da Prata e abordaram  o suspeito de 26 anos. Na varanda da fazenda, dentro de um freezer, foram localizados mais 27 quilos de pescados. Foram apreendidas ainda uma rede e uma tarafa.

 Diante dos fatos, os dois indivíduos foram encaminhados para a sede da Companhia em Patos de Minas e liberados depois de serem autuados administrativamente. Vale lembrar que apesar de que estamos no período de piracema, o Rio da Prata é permanentemente proibida a realização da pesca.  Os peixes foram examinados por um médico veterinário e doados para entidades, (veja vídeo).

Sargentos Ivair, Haroldo e Moacir e cabos Pablo e Ferreira foram os militares que participaram da ocorrência.

Ouça entrevista com sargento Ivair.


Postado originalmente por: Clube Notícia – Patos de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: