PM encontra drogas e prende dois em casa alvo de várias denúncias no Bairro Jardim Aquarius

O Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas enviou nota à imprensa, se explicando sobre a ação judicial aberta contra entidade, de autoria 3ª Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual. No documento, o sindicato se defende das acusações do MP e justifica o uso do dinheiro público em algumas edições da FENAMILHO, afirmando que a festa é um legado do povo de Patos de Minas. “Primeiramente, ressaltamos que a Festa Nacional do Milho – FENAMILHO é um evento de cunho cultural e turístico realizado anualmente por ocasião do aniversário da cidade, e reconhecida como ato de interesse do Município de Patos de Minas, através da Lei Municipal nº 5.082 de 1° de outubro de 2001, o que demonstra a importância deste evento no calendário turístico do município, que além de projetar e elevar a cidade no âmbito nacional, também movimenta o comércio, a rede hoteleira e o agronegócio de toda a região”, diz um trecho da nota.

No entanto, não há menções sobre a utilização dos recursos repassados que, segundo o MP, somam 640 mil reais. A entidade diz que o repasse é assegurado por lei e o Sindicato não possui fins lucrativos. “Quanto aos repasses financeiros provenientes do Município, informamos que desde o ano de 2005, que é firmado Convênios de repasse de recursos, destinados à Festa Nacional do Milho, tudo com previsão orçamentária devidamente aprovada pelo legislativo patense. A título de exemplificação, citamos a Lei 7.250 de 12 de janeiro de 2016 em que autoriza o Executivo Municipal a efetuar repasses financeiros de subvenções”.

Leia a nota na íntegra:

O Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas, vem a público prestar esclarecimentos acerca da Ação Judicial proposta pela 3ª Promotoria de Justiça do Ministério Público, questionando o repasse financeiro pelo Município à Fenamilho.

 

Primeiramente, ressaltamos que a Festa Nacional do Milho – FENAMILHO é um evento de cunho cultural e turístico realizado anualmente por ocasião do aniversário da cidade, e reconhecida como ato de interesse do Município de Patos de Minas, através da Lei Municipal nº 5.082 de 1° de outubro de 2001, o que demonstra a importância deste evento no calendário turístico do município, que além de projetar e elevar a cidade no âmbito nacional, também movimenta o comércio, a rede hoteleira e o agronegócio de toda a região.

 

O Sindicato é uma entidade sem fins lucrativos, que não distribui rendas aos seus associados ou diretores e todo seu recurso financeiro arrecadado é aplicado em sua atividade própria e nas melhorias e investimentos do Parque de Exposições, tanto que a infraestrutura de nosso Parque é considerada uma das melhores do País.

 

Quanto aos repasses financeiros provenientes do Município, informamos que desde o ano de 2005, que é firmado Convênios de repasse de recursos, destinados à Festa Nacional do Milho, tudo com previsão orçamentária devidamente aprovada pelo legislativo patense.

 

A título de exemplificação, citamos a Lei 7.250 de 12 de janeiro de 2016 em que autoriza o Executivo Municipal a efetuar repasses financeiros de subvenções, senão vejamos:

 

LEI Nº 7.250, DE 12 DE JANEIRO DE 2016.

Autoriza o Executivo Municipal a efetuar repasses financeiros de subvenções, contribuições e auxílios às entidades que menciona e outros auxílios financeiros a pessoas físicas.

O Povo do Município de Patos de Minas, Estado de Minas Gerais, por seus representantes, aprovou, e, eu em seu nome, sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica o Executivo Municipal autorizado a efetuar repasses financeiros de subvenções, contribuições e auxílios às entidades a seguir mencionadas e outros auxílios financeiros a Pessoas Físicas, no exercício de 2016.

(…)

XXVII – FUNÇÃO  23 – COMÉRCIO E SERVIÇOS

              SUBFUNÇÃO     695 – TURISMO

                PROGRAMA   0013 – CIDADE, DA CULTURA E PROMOÇÃO AO TURISMO    

a)        Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas – Festa Nacional do Milho                                                                           100.000,00.

 

Ou seja, tudo com a devida previsão na Lei Orçamentária Anual do Município e consequentemente aprovada pela casa legislativa.

 

Ressaltamos ainda que, embora não seja o objetivo estatutário do Sindicato dos Produtores Rurais, a entidade mantém diversos projetos sociais, que beneficiam financeiramente diversas entidades de cunho filantrópico de nosso município, a exemplo do que ocorreu neste ano de 2018, com o repasse financeiro da ordem de R$ 183.710,00 (cento e oitenta e três mil setecentos e dez reais), para cinco entidades do município.

 

É também, graças a esses recursos financeiros, que torna possível que o Sindicato Rural mantenha a Fundação Casa da Cultura do Milho, “Memorial do Milho”, que também possui o reconhecimento de entidade de Utilidade Pública Municipal através da Lei nº 6.127, de 20 de agosto e de Utilidade Pública Estadual, através da Lei nº 18.823, de 27 de abril.

 

Assim, o Sindicato Rural, além de cumprir com seus objetivos estatutários, também presta relevante serviço social, cultural e turístico para com o município e região.

 

Patos de Minas, MG, 16 de agosto de 2018.

 

Sindicato dos Produtores Rurais de Patos de Minas

Postado originalmente por: Clube Notícia – Patos de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: