Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Agentes do CSE aderem à greve

Por: Diário do Aço 03/04/2018 18:32
Divulgação

Grevistas realizaram manifestação nesta terça-feira (3)

Agentes do Centro Socioeducativo (CSE) de Ipatinga entraram em greve nesta terça-feira (3), por tempo indeterminado. Também foi feita uma manifestação em frente às instalações do CSE no Centro de Ipatinga. De acordo com o Sindicato dos Servidores do Sistema Socioeducativo de Minas Gerais (Sindsisemg), o movimento foi deflagrado em quase todo o estado, por descumprimento de acordo por parte do governo.

Em entrevista ao Diário do Aço, um dos agentes CSE de Ipatinga, José Augusto Martins, informou que a classe reivindica, entre outros, reajuste salarial, pagamentos de atrasados e concurso público.

O agente também informa que apenas 30% do efetivo está trabalhando, conforme determina a lei, enquanto o restante aderiu ao movimento. “O serviço lá dentro está todo parado, apenas atendimento médico de urgência e transporte de internos para o fórum funcionam no CSE. Então essa é uma situação bem delicada e séria”, avalia.

Resposta
Procurada pelo Diário do Aço, a assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), informou, por meio de nota, que em reunião realizada no dia 28 de março, na Cidade Administrativa, representantes do governo de Minas Gerais e do Sindsisemg definiram algumas pendências relativas ao acordo de suspensão da greve da categoria, encerrada no mês de fevereiro.

“No que diz respeito aos pagamentos atrasados, o governo informou que irá analisar e encaminhar a autorização do pagamento parcelado. A previsão é que os atrasados entrem na próxima folha de abril, paga no mês de maio. O governo também se comprometeu em publicar a resolução que autoriza a emissão da carteira funcional até a terceira semana de abril, entregando os documentos até o dia 30 deste mês”, cita.

Já o decreto que regulamenta a escala 24 horas de trabalho por 72 horas de descanso ainda não foi publicado. “Até lá, os servidores devem organizar a jornada internamente. Outra demanda da categoria foi atendida no dia 29 de março, quando o Executivo publicou, no Diário Oficial, resolução instituindo o auxílio-fardamento para os agentes socioeducativos”, afirma.

Analistas e técnicos
Em relação a greve dos analistas e técnicos administrativos dos sistemas prisionais e socioeducativo de Minas Gerais, deflagrada no dia 26 de fevereiro, foi suspensa dia 28 de março, conforme a diretora estadual do Sindicato dos Servidores no Serviço Público de Minas Gerais (Sindpúblicos), Beatriz Sandes Wolff.

“Em assembleia dia 28 ficou definida a suspensão da greve dos servidores até a reunião com o estado, marcada para esta quarta-feira (4). Caso não sejam atendidas as reivindicações, será marcada uma nova assembleia para voltar com a greve”, resume a diretora.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br