Ipatinguense tem Auxílio Emergencial utilizado por estelionatário

Tiago AraújoViviane Rodrigues relatou que não conseguiu sacar a terceira e quarta parcelas do auxílio emergencial Criado com o objetivo de facilitar o acesso a serviços sociais e a diversas transações bancárias, o aplicativo Caixa Tem é utilizado por muitos que recebem o Auxílio Emergencial. No entanto, ao invés de facilitar a vida dos beneficiários, tem sido motivo de dor de cabeça para alguns. A ipatinguense Viviane Duarte Rodrigues, de 40 anos, é um exemplo disso. Ela conta que teve seu Auxílio Emergencial utilizado por outra pessoa por meio do aplicativo Caixa Tem e, desde então, vem tentando resolver essa situação com dificuldade.Em junho deste ano, o Diário do Aço também divulgou outra vítima que foi prejudicada por ter seu Auxílio Emergencial utilizado por estelionatário. E recentemente, também foi noticiado o caso de uma trabalhadora que teve seu seguro-desemprego desviado por meio de fraude. Descoberta Em entrevista ao Diário do Aço, Viviane Duarte explicou como descobriu que havia sido vítima de um estelionatário quando foi sacar sua terceira e quarta parcelas do Auxílio Emergencial, que somaria um total de R$ 2.400. “No dia 22 de agosto, eu fui até a agência da Caixa, no Centro de Ipatinga, para sacar o Auxílio Emergencial que tinha direito. Ao ser atendida, recebi a informação de que todo o valor da terceira e quarta parcelas havia sido gasto com pagamento de boletos bancários, por meio do aplicativo Caixa Tem, sendo que eu nem tenho cadastro nesse aplicativo. Só para ter ideia, as duas primeiras parcelas eu saquei na agência da Caixa”, afirmou.Contestação negada Revoltada com toda situação, Viviane Duarte relatou seu caso para a Polícia Militar e, no dia 24 de abril, fez a contestação na Caixa sobre o ocorrido, mas no dia 3 deste mês teve o retorno do banco. “Fui informada de que não teria direito a obter novamente os valores do meu auxílio, que foram utilizados por outra pessoa. E me orientaram a sacar a quinta parcela do auxílio, no dia 6 de outubro, e a procurar uma funcionária para saber onde que foi gasto o meu auxílio. Mas eu preciso do valor das parcelas anteriores. Tenho duas crianças para sustentar. Estamos vivendo com a renda financeira do meu marido, mas não tem sido suficiente. Por isso, só quero meu dinheiro de volta, nada mais do que isso”, afirmou. Outras vítimas Viviane também acredita que seu caso não é raro e que muitas outras pessoas devem estar na mesma situação que ela, sem poder sacar o Auxílio Emergencial por causa de fraudes. “Minha vizinha também foi vítima disso e com certeza deve ter muita gente por aí prejudicada. Por isso, quero alertar o povo de Ipatinga sobre isso. Tem que denunciar mesmo. O banco é assim, se tiver devendo um real, você fica devendo juros ou coloca o seu nome no SPC, mas quando somos lesados, a história é outra”, reclamou. Resposta Procurada pelo Diário do Aço, a Caixa informou, por meio de nota, que colaborou com os órgãos de segurança que atuam no combate a fraudes no Auxílio Emergencial e demais benefícios sociais. ”A Caixa realiza, de forma estratégica e preventiva, monitoramento de casos suspeitos e bloqueia contas com indícios de fraude ou com inconsistências cadastrais para a verificação de informações. Essa checagem está garantindo a preservação do direito ao saque de benefícios sociais por todas as pessoas que preenchem corretamente os critérios de elegibilidade e necessitam dos recursos do Auxílio Emergencial que é a maior operação de transferência de renda da história do país”, informou. A Caixa também acrescenta que os cuidados que os beneficiários devem ter para não serem vítimas de fraude estão disponíveis no endereço www.caixanoticias.caixa.gov.br/noticia/21501/auxilio-emergencial-saiba-mais-sobre-os-cuidados-para-evitar-golpes-e-fraudes. “Eventuais contestações de saques podem ser formalizadas pelo beneficiário diretamente em qualquer agência da Caixa. Para os casos em que houver comprovação de saque fraudulento, o beneficiário será devidamente ressarcido”, concluiu. Já publicadoPresos em hotel de Ipatinga bandidos confessam saques criminosos do FGTS

Postado originalmente por: Diário do Aço

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: