Anuncie
Vale do Aço

Mãe pede ajuda para filho com doença rara

Por: Diário do Aço 05/10/2017 18:32
Rodrigo Araújo

Mulher necessita de prótese ortopédica para cuidar do filho

Com uma perna amputada recentemente, a moradora do bairro Bom Jardim, em Ipatinga, Maria Margarida da Silva, de 45 anos, passa por uma situação de vida muito complicada. A mulher cuida sozinha de seu filho, que possui uma rara doença congênita, a meningoencefalite mielocele septal. Luís Felipe tem apenas 12 anos e necessita de cuidados especiais diuturnamente.

Em decorrência da patologia, o menino possui deficiências físicas e mental. Luís Felipe não anda, nem enxerga, fala ou ouve. Toda a alimentação do filho de Maria Margarida deve ser à base de produtos frescos e sem conservantes. Por se dedicar de forma integral ao filho, a dona de casa deixou de lado tratamento da diabetes e hoje sofre com complicações da doença. Há quatro meses a mulher teve que passar por um procedimento de amputação.

“Deixei de cuidar de mim. Vivi somente para o meu filho e não tive tempo de olhar pra mim. Sou cega de um olho e perdendo a visão de outro, também tive que amputar uma perna, por causa da diabetes. Está muito mais difícil para eu cuidar do Luís Felipe, imaginem dois cadeirantes e cegos dentro de uma casa”, destaca Maria Margarida.

A mulher, que tem diabetes há 30 anos, pede auxílio para comprar uma órtese e prótese para que consiga desempenhar as tarefas domésticas com uma maior independência. Segundo Maria Margarida, o valor médio do equipamento é de R$ 9.700. Ela confia que receberá ajudas para adquirir a perna mecânica.

“Estou buscando muito em Deus para me dar forças. Não é fácil você estar a vida inteira em pé, estar andando e chega um momento desses nós precisamos mesmo de apoio. Eu conto com a ajuda das pessoas, pois sozinha eu não tenho condições”, pontua a dona de casa.

A família já começa a receber algumas contribuições, mas ressalta que ainda não é o suficiente para dar continuidade ao tratamento da mãe e filho. Moradores do bairro também se mobilizam para arrecadar donativos para Maria e Luís Felipe.

Quem quiser contribuir com qualquer tipo de ajuda como doação de fraldas, alimentos e outros, pode visitar a família que reside na avenida Das Flores, nº. 1.200, no bairro Bom Jardim. Maria Margarida ainda informa que o contato pode ser feito via telefone, os números disponíveis são (31) 98753 0814 e (31) 98620 9821.



Postado originalmente por: Diário do Aço

Veja também
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: