28 Congresso
Vale do Aço

Motoristas aprovam quebra-molas na BR-458

Por: Diário do Aço 27/10/2017 18:32
Wôlmer Ezequiel

Quebra-molas na avenida Cláudio Moura teve como objetivo garantir segurança em retorno

Passados quatro dias da instalação de um quebra-molas na avenida Cláudio Moura, trecho urbano da BR-458, no bairro Novo Cruzeiro, em Ipatinga, o recurso é aprovado pelos motoristas que precisam usar o retorno existente no local. Pelas redes sociais, entretanto, os usuários da pista sentido ao Centro, mantêm os protestos contra essa retenção na pista.

A intervenção foi realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) faz parte de um conjunto de melhorias em andamento para facilitar o retorno em direção ao Centro. O trecho no local é de 60 km/h, mas quem trafega sentido ao Centro enfrenta tempo indeterminado de espera para avançar e seguir o curso. A dificuldade atinge tanto quem vem do centro e quer retornar, quanto quem sai do Parque Ipanema pela avenida Roberto Burle Max e precisa seguir para o Centro pela Cláudio Moura.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Novo Cruzeiro (Ambanoc), Erson Vieira, informou ao Diário do Aço que a instalação do quebra-molas foi positiva e contribuiu para que os motoristas façam o retorno para o centro pela BR-458, mas não resolveu o problema por inteiro.

“A nossa ideia mesmo era colocar uma retenção perto do retorno para forçar os carros que transitam pela rodovia a chegarem para direita. Isso iria aliviar a passagem, mas não quiserem arrancar algumas árvores por causa de licença ambiental. O diretor do Dnit tinha até aprovado essa ideia, que seria bem melhor. Agora temos que esperar para ver como que vai ficar essa pista”, afirma.

O dirigente comunitário também informou outra solução que pode contribuir para a segurança no retorno. “Desde que colocaram o quebra-molas, eu sei que já teve três acidentes por ali. Então, se eles levantassem o quebra-molas mais para o lado esquerdo, no sentido centro, os carros iriam se agrupar no lado direito da pista, facilitando o retorno. Além disso, também precisa colocar mais sinalização”, concluiu.

A reportagem também foi perguntar aos motoristas a avaliação deles sobre a situação do trânsito após a instalação dos quebra-molas.

Wanderlei Rodrigues Santos, comerciante: “Eu achei excelente o quebra-molas, só penso que seria interessante se fosse dez metros para trás, porque daria tempo de fazer a curva. Quase todo dia vou ao centro e passo pelo retorno. Hoje mesmo eu passei por lá, porém esperei muito tempo para consegui fazer o retorno, mas já melhorou”.
Luiz da Silva, borracheiro: “A instalação desse quebra-molas, por um lado, foi boa. Aquele retorno causava acidentes frequentes por causa dos motoristas em alta velocidade. A pessoa achava que dava tempo de entrar na pista, mas vinha alguém muito rápido atrás e acabava batendo. Agora com o quebra-molas tem como fazer o retorno mais fácil, no entanto, a população ainda não acostumou e sempre vem em alta velocidade e acaba freando bem em cima”.

Narcélio Alves, servidor público: “Esse quebra-molas foi de grande utilidade, porque quem tem que retornar, antes não conseguia, pois os carros vinham pela BR-458 com muita velocidade. Agora com o quebra-molas reduziu a velocidade desenvolvida pelos motoristas, é possível fazer o retorno com mais tranquilidade, com essa reduzida”.
Oswaldo Bolonezi, aposentando: “Não é como um sinal que faz parar tudo, mas de qualquer maneira eu achei melhor do que nada, porque com o quebra-molas, as pessoas reduzem a velocidade, então tem uma chance para entrar na pista. Então quanto mais coisa tiver para reduzir a velocidade é melhor. Não sei se seria melhor ter só uma faixa de aceleração no lugar do quebra-molas mas, de qualquer maneira, também iria ajudar”.



Postado originalmente por: Diário do Aço

Veja também
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: