Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Planetário itinerante estimula curiosidade de alunos em Ipatinga

Por: Diário do Aço 03/04/2018 16:32
Secom PMI

Estudantes têm a oportunidade de conhecer equipamento instalado em escola municipal

Com objetivo de preparar e motivar os mais de 1.500 alunos dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), da rede municipal de ensino de Ipatinga, para participarem da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), até a próxima sexta-feira (6) serão realizadas visitas ao planetário itinerante que foi instalado na quadra poliesportiva da Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, no bairro Ideal. É a primeira vez que o equipamento é trazido à cidade para atender alunos de escolas públicas.

As visitações começaram na segunda-feira (2). Na parte da tarde, uma turma da Escola Municipal Zélia Duarte Passos, do bairro Bethânia, conheceu de perto as atrações que estão sendo apresentadas pelos monitores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), organizadores da OBA.

No teto do planetário (que tem o formato de um iglu gigante), são exibidos vídeos em 180 graus com temas variados, como sistema solar, big bang, outras galáxias, buraco negro, supernova, nebulosa planetária e estação espacial brasileira.

Os estudantes também participaram de uma oficina, onde aprenderam a fazer um Relógio do Sol, uma das formas mais primitivas de contagem do tempo, que data de cerca de 5 mil anos. Para quinta-feira (5), estão agendadas palestras com os professores de Ciências e Geografia destes alunos, sobre as estações do ano.

Olimpíada Brasileira de Astronomia

O planetário foi montado pelos organizadores da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica OBA, que existe há 20 anos e foi criada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Competem alunos (que devem aderir de forma espontânea) de escolas públicas e privadas de todo o País.

A expectativa é que Ipatinga tenha neste ano uma significativa participação de estudantes da rede municipal de ensino, graças também a esta apresentação que está sendo feita do planetário.

No próximo dia 18 de maio, ocorrerá a única fase da competição: os candidatos farão uma prova de dez questões (sete de Astronomia e três de Astronáutica), principalmente sobre raciocínio lógico. São quatro níveis de dificuldade – três para o Ensino Fundamental e um para o Médio.

Os melhores classificados irão representar o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Astronomia e Astrofísica e Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br