Anuncie
Vale do Aço

Projeto de urbanização da avenida Maanaim, em Coronel Fabriciano, será apresentado à comunidade

Por: Diário do Aço 26/10/2017 18:32
Divulgação

Avenida interliga a regional do bairro Sylvio Pereira à avenida Tancredo Neves, via bairro Novo , em Coronel Fabriciano

Moradores do bairro Novo Reino e Sílvio Pereira II vão conhecer, neste sábado (28), o Plano de Urbanização que será desenvolvido na área que compreende a avenida Maanaim entre os bairros: Caladinho e Sylvio Pereira II, em Coronel Fabriciano. A nova via promete criar um novo vetor de desenvolvimento no município. Conforme o governo municipal, o projeto vem sendo discutido por uma comissão formada pelo executivo municipal com a participação do legislativo e outros setores da sociedade como a Acicel/CDL, empresários e moradores. As reuniões serão realizadas às 10h no Salão La Fiesta, bairro Novo e, às 14h, no ginásio da Escola Municipal Senador Zé Alencar, no bairro Sylvio Pereira II. Os dois bairros serão contemplados com as intervenções do processo de Urbanização Consorciada que prevê infraestrutura como água e esgoto e regularização fundiária.

Urbanização Consorciada

O parecer técnico, denominado “Operação Urbana Consorciada”, está previsto no Decreto Municipal nº 5.923 de 06 de abril de 2017, e visa à realização de uma parceria pública privada que deverá ser objeto de promoção de políticas para o município, como a habitação de interesse social, desenvolvimento econômico, social e urbano, preservação e recuperação do meio ambiente, dentre outras em uma área de mais de 885 mil metros quadrados. O documento é baseado no Plano Diretor da cidade.

Divulgação

Além de área verde, ao longo da nova avenida estão projetadas, manutenção de áreas verdes, áreas comerciais e condomínios

Conforme o secretário de Governança Urbana, Planejamento e Meio Ambiente, Douglas Prado, o projeto significa um vetor de desenvolvimento para a cidade. “Na área serão construídos equipamentos públicos como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), CRAS, Centro Administrativo, unidades habitacionais, além de empreendimentos particulares que preveem um grande Centro de compras, condomínio, dentre outros estabelecimentos”, explicou.

Apresentação

Os pareceres do plano serão apresentados nesta sexta-feira, 27, para a Câmara de Vereadores e Ministério Público (MP). O próximo passo será a realização de uma audiência pública com a comunidade. Após, será elaborado um Projeto de Lei autorizativo para que a operação seja realizada nos próximos 20 anos. “A operação consorciada possibilita que o município receba recursos em contrapartidas e a área poderá ter um potencial construtivo diferenciado contribuindo para o desenvolvimento econômico da cidade”, concluiu Douglas Prado.



Postado originalmente por: Diário do Aço

Veja também
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: