Encontro
Vale do Aço

Saúde mental é debatida em Coronel Fabriciano

Por: Diário do Aço 24/11/2017 17:32

As Secretarias de Governança Educacional, de Assistência Social e de Saúde, realizou nesta sexta-feira (24), o 3° Fórum Intersetorial de Saúde Mental da Criança do Adolescente. Na ocasião, profissionais das três áreas se reuniram para debater o tema ‘Sintomas Contemporâneos na Cultura Digital’.

O evento, realizado no Salão Paroquial na Rua Doutor Querubino, 343, Centro, integra uma das ações do projeto Percurso Formativo na Rede de Atenção Psicossocial, que é uma estratégia de educação permanente para os profissionais dos pontos de atenção da rede, buscando qualificação nas práticas do processo de trabalho de saúde mental na atenção básica, infanto-juvenil, demandas decorrentes de uso de álcool e outras drogas, atenção à crise em saúde mental e reabilitação psicossocial.

O tema principal debatido foi ‘Sintomas Contemporâneos na Cultura Digital’ e contou com a palestrante, Nádia Laguardia de Lima, que possui um extenso currículo na área de saúde mental. “A proposta é muito importante porque as crianças e adolescentes nasceram nesta cultura. Precisamos então pensar em novas estratégias e esta discussão é bem ampla. As tecnologias são muito bem vindas desde que não substitua a presença humana e o papel dos pais e educadores, porque isso pode trazer sérios problemas”, argumentou.

“A cada ano a gente muda as questões que envolvem a saúde mental e em 2017 procuramos abordar os assuntos que estão na clínica contemporânea como: alto mutilações, tentativas de auto extermínio, e tudo que envolve o uso de álcool e outras drogas”, explicou a Coordenadora de Saúde Mental de Fabriciano, Riciane Lima e Silva.

Presente na abertura do seminário, o prefeito Dr. Marcos Vinicius, defendeu a importância da interligação entre a Secretaria Municipal de Saúde e Secretarias de Governança de Assistência Social e Educacional na abordagem do assunto. “Precisamos entender como problema de saúde essas transformações do mundo moderno. É uma oportunidade única de discutir a influência da mídia digital na vida dos nossos filhos que muitas vezes não conseguimos entender tudo vem mudando de uma forma tão rápida”, concluiu.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br