Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Votação para eleição de diretoria do Sinttrocel encerra-se hoje

Por: Diário do Aço 08/12/2017 0:32
Wôlmer Ezequiel

Duas chapas concorrem a eleição sindical

A eleição do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Coronel Fabriciano (Sinttrocel) termina nesta sexta-feira (8). Desde quarta-feira (6), os trabalhadores participam do pleito realizado em todo o Vale do Aço. A contagem dos votos será efetuada logo após o fim da votação, às 19h30, na sede do sindicato, em Coronel Fabriciano.

Segundo a Comissão Eleitoral, a expectativa é que este pleito tenha maior participação da classe. Para atingir esse objetivo, foram disponibilizadas 13 urnas, nove a mais que nas eleições passadas. Desta vez, a disputa possui duas chapas. A Chapa 1, encabeçada pelo atual presidente do Sinttrocel, Marlúcio Negro da Silva e a Chapa 2, liderada por Wellington Gonçalves de Almeida.

No período de votação, iniciado dia 6, doze urnas circularam nos principais municípios de abrangência da entidade e em pontos estratégicos, como portarias de indústrias e garagens das empresas de transportes rodoviários da região. Segundo o presidente da Comissão, Valfrido Rodrigues, o objetivo de contemplar mais trabalhadores foi alcançado. “O objetivo foi alcançado e, se tivéssemos mantido as 19 urnas, previstas no primeiro edital, isso seria ainda mais rápido”, destaca Vafrido.

Processo tranquilo

Wôlmer Ezequiel

Mesário e fiscais acompanham as urnas itinerantes, para assegurar a legitimidade do processo

O presidente da comissão, Valfrido Rodrigues, salientou que não houve nenhum incidente que atrapalhasse a votação. “Até o momento não foi registrado nenhum acontecimento que prejudicasse o andamento da eleição. Tudo tranquilo”, afirmou Valfrido.

A expectativa é que o último dia de votação também transcorra dentro da normalidade. “Normalmente, o último dia é o que colhe menos votos. O objetivo é buscar as pessoas que não conseguimos localizar nos primeiros dias. Independentemente de qual chapa ganhar, iremos encerrar o processo com chave de ouro. Além disso, a apuração vai ser feita tão logo a última urna seja entregue na mesa da Comissão Eleitoral”, informa Valfrido.

Disputa

A eleição sindical foi remarcada para o mês de dezembro após audiência de conciliação, que resolveu um impasse sobre o uso ou não de urnas eletrônicas. Por decisão do juiz da 3ª Vara do Trabalho de Coronel Fabriciano, Matheus Martins de Mattos, a votação que estava prevista para os dias 6, 7 e 8 de novembro foi suspensa, devido à ação movida pela Chapa 2.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br