28 Congresso
Juiz de Fora e Região

Autoexame é aliado na prevenção do câncer de mama

Por: Diário Regional 07/10/2017 10:37

“Cuidar da Saúde do Peito, Corpo, Mente e Alma das Mulheres”, este é o tema da campanha “Outubro Rosa”, promovida pela Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), que incentiva o combate e a prevenção ao câncer de mama e também o de colo de útero. Buscar o autoconhecimento e autocuidado são fatores essenciais para uma vida mais saudável e equilibrada. Além de práticas como manter uma boa alimentação, praticar exercícios físicos e evitar consumo de bebidas alcoólicas, o autoexame é um dos primeiros passos para a prevenção.

De acordo com a médica mastologista do Departamento da Saúde da Mulher (DSM), Ana Cláudia Dias Sousa Figueiredo, a mulher precisa conhecer o seu corpo e entender os sinais que ele dá, e o autoexame permite isso. Essa avaliação não é a estratégia recomendada para o diagnóstico do câncer de mama. Entretanto, o autoexame permite à mulher identificar alterações e procurar ajuda médica para receber as orientações necessárias. A médica ressalta que as mulheres entre 40 e 70 anos devem ter uma atenção maior às alterações que apareçam no seu corpo, ir a um profissional habilitado para ser feito o exame clínico das mamas e o exame de Papanicolau e realizar a mamografia de rastreamento com periodicidade.

A mulher pode fazer a autopalpação das mamas sempre que se sentir confortável, seja no banho, no momento de troca de roupa ou em outra situação do cotidiano. É indicado que seja realizado uma vez ao mês, na semana seguinte ao término da menstruação. As mulheres que não menstruam devem determinar um dia específico para repetir o autoexame mensalmente.

 

O QUE SE DEVE PROCURAR NO AUTOEXAME?

De acordo com as orientações do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), deve-se observar se há nódulos (caroços), abaulamentos ou retrações da pele e no bico do peito e secreções mamilares. Através do autoexame, é possível perceber altercação nas mamas. Mas ele não é um método diagnóstico e não substitui a consulta com um médico habilitado. A mamografia é o único método de detecção precoce.

Ainda segundo o IBCC, 80% dos nódulos mamários são benignos e apenas uma pequena porcentagem de secreções está relacionada ao câncer. A doença é prevenível e, quando diagnosticada precocemente, tem chance de cura.

Fonte: Assessoria/PJF

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: