Anuncie
Juiz de Fora e Região

Câmara Municipal aprova moção de repúdio contra direção do Colégio João XXIII

Por: Diário Regional 25/10/2017 18:37

A Câmara Municipal de Juiz de Fora (CMJF) aprovou, em reunião nessa terça-feira, 24, uma Moção de Repúdio, de autoria dos vereadores André Mariano (PSC), Charlles Evangelista (PP), Júlio Obama Jr. (PHS) e Sargento Mello (PTB), à direção do Colégio de Aplicação João XXIII, vinculado à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

A moção – aprovada por 10 votos favoráveis, sete contrários e uma abstenção – foi motivada pela veiculação de um vídeo da instituição, no qual o artista Nino de Barros incorpora a drag queen Femmenino e vai até o Colégio para conversar com os alunos sobre a expectativa para o Dia das Crianças.

Os proponentes argumentaram que “o público-alvo da apresentação foram crianças de 6 a 9 anos de idade, que não têm discernimento e maturidade para algumas avaliações”. O vereador André Mariano afirmou, ainda, que “a escola não pode interferir na educação e nos ensinamentos de seus filhos e algumas condutas do João XXIII divergem e conflitam com o que os pais ensinam em suas casas”.

 

POSICIONAMENTO DA UFJF

Em nota, a UFJF salientou que está comprometida com “a educação pública, laica, democrática e republicana, tendo como parâmetros a Constituição Federal e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional”. Ressaltou, ainda, que as políticas internas da instituição são pautadas no enfrentamento dos preconceitos e desigualdades, abarcando, portanto, a questão da diversidade. “Assim, buscamos cultivar uma cultura de respeito à vida e às diferenças, fortalecendo os processos democráticos de formação humana e de produção científica”, complementa a nota.

A instituição também reafirmou sua posição filosófica, sociológica e didático-pedagógica, que fundamenta o debate da diversidade em todos os níveis de educação em que atua, e ressaltou o apoio recebido de diversas instituições, entidades e movimentos sociais. “Continuaremos, com certeza, com o compromisso social de contribuir com o avanço e aprofundamento da democracia e com o combate às opressões e violências que ainda estão presentes em nossa sociedade”, reitera a nota.

Por fim, a Universidade reforçou convite feito aos vereadores, nesta segunda-feira, 23, para participar de um seminário sobre a política de educação e a questão da diversidade, que será realizado em novembro, no Campus da instituição.

Colaboração: Assessoria CMJF/ Assessoria UFJF

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: