Campanha de vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril e se estende até 31 de maio em Minas Gerais. Segundo o Ministério da Saúde, a Campanha teve início antecipado em todo o país. De acordo com a Secretaria de Estado de Minas Gerais (SES-MG), a novidade deste ano é a ampliação da vacina para crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias).

A meta estabelecida para o país pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% da população dos grupos prioritários. Conforme a SES-MG, em Minas, a expectativa é de vacinar 6.018.977 pessoas.

Segundo o órgão, também fazem parte do grupo que será vacinado os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, adultos com 60 anos ou mais de idade, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas. Além destes, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional fazem parte do público alvo da campanha de vacinação.

Este ano, a estratégia a ser realizada vai considerar momentos específicos para a mobilização da população para a vacinação. São eles:

10/04 a 19/04: vacinação contra influenza de crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias e gestantes.  Neste período, também vai ocorrer a atualização da Caderneta de Vacinação conforme a situação vacinal encontrada e as indicações do Calendário Nacional de Vacinação.

22/04 a 31/05: realização da vacinação de todos os grupos prioritários em todo o país. Durante esse período, ocorrerá a atualização da Caderneta de Vacinação de crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias e gestantes, conforme a situação vacinal encontrada e as indicações do Calendário Nacional de Vacinação.

Para o dia D, de Mobilização Nacional, ficou definida a data do dia 4 de maio. A antecipação do início da campanha foi possível após articulação do Ministério da Saúde com o Instituto Butantan, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: