Campanha “Eu me importo” volta olhar para pessoas em situação de rua

Ainda que a vida do outro não seja mudada por completo é preciso que algo seja feito pelo simples fato de que “Eu me importo”. O trecho entre aspas reflete a motivação e é também o nome da primeira campanha solidária realizada pela União Nacional dos Agentes de Lideranças Comunitárias e Sociais (Unalcs). Oficialmente regulamentada em 12 de abril de 2016 no município, a organização está coletando, até 31 de maio, roupas, alimentos não perecíveis e produtos de higiene para pessoas em situação de rua.

“A campanha não visa apenas fazer as arrecadações, mas mostrar que existe um serviço na cidade especializado de atenção às pessoas em situação de rua”, explicou Jonathan Maycon, presidente da Unalcs e idealizador da campanha. “A maneira correta de ajudar é fortalecer o trabalho realizado pelas instituições assistenciais. Por meio da nossa interação com a Secretaria de Desenvolvimento Social percebemos que as pessoas têm doado alimentos ou roupas nas ruas. Isso contribui para que a pessoa permaneça naquele local e não procure ajuda no Centro Pop, Casa de Passagem ou no albergue”.

Maycon ressaltou que nas unidades os assistidos recebem estritamente o essencial. “Caso seja dado, em um único dia, uma sacola de roupa para uma dessas pessoas em situação de rua, provavelmente ela irá tentar vender as peças para comprar drogas. Grande parte das pessoas são dependentes químicos. Regular a quantidade de peças por pessoa também é uma forma de ajudá-las”, avaliou Jonathan, ressaltando que a primeira campanha da União deve beneficiar no mínimo 200 pessoas.

SOBRE A UNALCS

O principal objetivo da Unalcs é prestar apoio e orientação a líderes comunitários e sociais em todo o Brasil. A associação atua de forma autônoma, político-apartidária e não religiosa, realizando serviços sociais, dirigidos aos agentes, entre eles, oferecimento de cursos, palestras e capacitação, assessoria jurídica e viabilização em questões sociais e conflitos de interesses em bairros, incentivo e promoção à cultura, com atividades diversas, tais como peças de teatro e cinema, e atividades e programas de esporte, lazer e recreação.

“Tudo teve início em 29 de setembro de 2013 com a formação grupo Papo 10 Brasil nas redes sociais. Aos poucos pessoas de várias cidades do Brasil e até de outros países começaram a se identificar com os nossos ideais”, contou Jonathan, que, após três anos de mobilização e debates no ciberespaço, conseguiu dar voz e vez ao projeto. Para conhecer um pouco mais sobre a Unalcs, acesse facebook.com/unalcs

As doações poderão ser feitas no Espaço Cidadão (Avenida Barão do Rio Branco, 2.234, Centro) e na Change Idiomas (Avenida Rui Barbosa, 1.048, bairro Santa Terezinha). O horário de funcionamento de ambos os pontos de coleta é das 8 às 18 horas. Todo o material arrecadado será destinado aos assistidos pelo Centro de Referência para População de Rua (Centro Pop), pela Casa de Passagem para Mulheres e pelo Núcleo Cidadão de Rua, popularmente conhecido como albergue. As três instituições são assistidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) da PJF. A campanha tem apoio do projeto “Bem Comum” da Prefeitura.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: