Anuncie
Juiz de Fora e Região

Empresas de aluguel de carro registram aumento no movimento

Por: Diário Regional 19/10/2017 10:37

Buscando o crescimento em meio à crise econômica que atravessa o país, as locadoras de carro apostam na flexibilidade como tentativa de aumentar a taxa de utilização dos veículos. Redução nos trâmites burocráticos e no preço médio dos alugueis fez com que 100% da frota da Zeplay fosse alugada.

Com 11 veículos e diárias que variam entre R$80 e R$100, o proprietário da locadora sentiu aumento de 40% na demanda. O tempo médio que os clientes ficam com os carros é de 2 dias, com exceção dos contratos formalizados com empresas, em que elas alugam de acordo com a sua necessidade. “Viabilizar a locação nos ajudou bastante. Muitas pessoas acreditam que é só chegar até a locadora e alugar o carro. Porém, sabemos que os tramites burocráticos são grandes e, em razão disso, adotei estratégias para que cliente e empresa ficassem satisfeitos”, explica o proprietário da Zeplay, Paulo Cesar Matosinho.

Dos carros da locadora, quatro estão alugados para empresas, que formalizaram contratos antecipados com a Zeplay. O que chama atenção é o número de veículos disponível para locação diária, apenas um, e a quantidade de automóveis arrendados por motoristas parceiros da Uber: seis.

Modelos básicos, com motor 1.0, ar-condicionado e quatro portas (perfil para se enquadrar na categoria UberX, a mais simples), por R$1.500 em média, a cada trinta dias, são os mais procurados pelos parceiros da empresa que trabalha por aplicativo. “Geralmente, eles alugam e usam o carro até conseguir trocar o deles. Tenho clientes que ficaram de 1 a 2 meses com o carro até comprar um que se enquadre nos quesitos da Uber. Eles buscam por modelos básicos e completos, já que o mais econômico é o melhor para a categoria, que transporta bastante passageiro. Talvez tenha sido o movimento que mais impactou positivamente no crescimento dos negócios neste ano”, afirma Matosinho.

A locação de veículos para a Uber corresponde, segundo Matosinho, a 10% do faturamento da Zeplay. Com a crescente demanda, o proprietário percebeu a necessidade de comprar mais carros. “Já comprei mais automóveis. Tem pessoas na fila aguardando por esses carros. Por esse motivo, estou traçando diretrizes para que a locadora não fique com toda a frota comprometida e atenda a todos os clientes. A expectativa é de fechar o ano bem”, conclui.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: