Anuncie
Juiz de Fora e Região

Especialistas dão dicas para quem vai fazer a prova do Enem

Por: Diário Regional 29/10/2017 6:37

Faltam sete dias para o início do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorrerá em 5 e 12 de novembro. O primeiro domingo terá questões de múltipla escolha relacionadas a Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e a redação. Já no segundo dia, a prova irá cobrar Matemática e Ciências da Natureza.
Especialistas afirmam que na semana que antecede o exame não cabe mais adquirir novos conhecimentos. É a hora de revisar o conteúdo aprendido ao longo do ano e se preparar emocionalmente e fisicamente. É o momento de cuidar do corpo, da mente, trabalhar a postura e a concentração e relaxar para fazer uma boa prova. A reportagem do Diário Regional conversou com quem entende do assunto para te deixar preparado.

FOQUE NO QUE VOCÊ JÁ SABE
A pedagoga do Colégio Conexão, Paula Abreu, explica que é preciso ter um bom repertório para se sair bem. “É necessário que ao longo do ano, ele [candidato] tenha estudado um conteúdo que engloba questões históricas, contemporâneas, além de ter lidado com as maiores dificuldades encontradas durante o período, para que possa ir bem nas questões e na redação”, reforça.

Segundo ela, o candidato precisa sair da zona de “desespero”, que é um momento em que ele se depara com situações que podem vir a ocorrer durante a prova e não sabe o que fazer. “Um típico momento em que, por exemplo, ele pensa no cansaço durante a prova e não sabe como lidar com isso. Ou, até mesmo, com questões que ele não domine, recorde ou não saiba, mas que podem aparecer. O equilíbrio é a palavra chave para a realização da prova. Ele precisa ter calma e a noção de que o conhecimento está dentro dele”, disse.

 

CUIDE DO SEU CORPO

A médica nutrológa Alice Amaral ressalta que o candidato não deve perder horas de sono em razão da prova, pois pode aumentar os níveis de estresse e ansiedade. “Não adianta estudar nas vésperas do exame e ter noites mal dormidas. Isso só aumentará a carga de estresse e tudo irá por ‘água abaixo’ no dia da prova. Dormir é fundamental e o aluno dever fazer isso por sete horas seguidas, sem interrupção. Temos fases no sono e algumas são reparadoras”, lembra.

Atividades físicas são recomendadas por Alice. “As pesquisas mostram que ter cinco horas diretas de estudo traz um certo resultado. Elas também apontam que se o aluno estuda por duas horas, praticar uma atividade física na hora subsequente e voltar a estudar, o resultado é ainda melhor. O estudo não é quantidade, ele é qualidade, e o exercício físico é uma boa alternativa”, orienta.

Ainda de acordo com a especialista, não é recomendável ingerir alimentos pesados na semana que antecede o exame. Comidas diferentes também devem ser evitadas. “A alimentação deve ser mais leve. Não pode ser diferente do que a pessoa habitualmente já come, pois pode desequilibrar o organismo. A água é o mais importante. Água de coco também é uma boa opção, pois ela tem minerais que vão ajudar no equilíbrio do corpo. Além disso, comer frutas, legumes, carnes e ovo, que é excelente para a memória”, aponta Alice.

No dia de prova, o candidato deve acordar cedo, tomar banho e comer uma refeição leve antes de ir, que envolve peixe, frango, saladas, legumes, que o deixará nutrido e com condições de fazer o Enem. Repolhos, refrigerantes, lácteos e fermentados não são boas opções, pois podem provocar gases e um desespero na hora da prova.

Alice também sugere levar bananas, água de coco e algumas barras de chocolate amargo, de preferência composta por mais de 70% de cacau. “A minha dica é que o aluno se alimente de uma barra de chocolate a cada hora de prova e, aliado a isso, que nesse intervalo, ele tire 30 segundos para se alongar”, aconselha.

DICAS PARA REDUZIR A ANSIEDADE

Há 22 anos, o professor, psicólogo e psicopedagogo Leonardo Vargas convive com essa situação. Conhecer o local da prova com antecedência, preparar toda documentação, sair cedo de casa e usar roupas leves, são algumas das dicas que ele dá para os alunos que vão fazer o Enem. “O ideal é sair de casa com tempo suficiente. Mesmo que o candidato estiver indo de carro ou ônibus, deve ter tempo suficiente como se ele estivesse indo a pé, pois se ocorrer algum imprevisto ele terá tempo de chegar na hora marcada. Também aconselho a não levar celular. No último teste, presenciei situações em que alunos colocaram o aparelho dentro de sacolas e o enterraram em um determinado local, e, quando voltaram, o celular não estava lá. Quando isso acontece, ele fica aborrecido e vai para o segundo dia desestabilizado”, recomenda.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: