Anuncie
Juiz de Fora e Região

Há 59 anos Associação dos Diabéticos de Juiz de Fora oferece suporte para pessoas de baixa renda

Por: Diário Regional 10/11/2017 6:37

Consultas médicas e exames com preços acessíveis. É dessa forma que, há 59 anos, a Associação dos Diabéticos de Juiz de Fora (ADJF) oferece amparo para a população carente que sofre com as complicações do diabetes.

Para obter atendimento da instituição, que recebe benefício ou ajuda do governo, é preciso ser sócio. O preço das mensalidades, das consultas e exames varia de acordo com a classe econômica do paciente. Ele é avaliado através de uma entrevista socioeconômica, que define em quais das oitos classes vai se enquadrar, e só assim descobre o quanto vai pagar.

De acordo com a médica endocrinologista e presidente da Associação, Célia Novaes, a entidade atende entre 2.500 e 3.000 pacientes. Ela reforça que o atendimento médico conta com endocrinologistas, cardiologistas, dermatologistas, ortopedistas, nefrologistas, oftalmologistas, nutricionistas, psicólogos, e também com a parceria de outros especialistas que realizam o atendimento em seus próprios consultórios. “A ideia central é o cuidado com o diabético. Temos profissionais voltados para o controle da doença e para lidar com as complicações. A gente fornece atendimento com preços acessíveis para aquele paciente que precisa e que o Sistema Único de Saúde (SUS) não está dando assistência”, lembra.

 

DIA MUNDIAL DO DIABETES

Estima-se que 425 milhões de adultos convivem com a doença e este número tende a aumentar para 642 milhões em 2040. Um em cada dois adultos com diabetes não foi diagnosticado. Muitas destas pessoas convivem com a doença por longos períodos de tempo e desconhecem sua condição. Quando finalmente são diagnosticados, as complicações podem estar já presentes. “Até 70% dos casos de diabetes tipo 2 podem ser prevenidos pela adoção de hábitos de vida saudável, o que poderia representar que 160 milhões de pessoas deixassem de adquirir a doença até 2040”, afirma Célia.

No mês em que se comemora o Dia Mundial do Diabetes, movimento que atinge mais de 1 bilhão de pessoas no mundo todo, e é comemorado no próximo dia 14, a ADJF, com apoio da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais (CAA/MG) e da Ordem dos Advogados do Brasil de Minas Gerais (OAB/MG), realiza nesta sexta-feira, 10, uma ação com o tema “Mulheres e Diabetes: Nosso Direito a um Futuro Saudável”, que visa fomentar a conscientização sobre a doença e seu tratamento.

Das 9h às 16h, no Parque Halfeld, serão disponibilizados serviços gratuitos como medição de glicose, aferição de pressão, saúde bucal, orientação sobre aplicação de insulina, orientação sobre prevenção cardiológica e renal, orientação nutricional, orientação jurídica, entre outras. “As pessoas precisam fazer o teste, comparecer ao médico, pois uma grande parcela da população não sabe que tem a doença e não estão cuidando dela”, reitera a presidente.

A Associação dos Diabéticos de Juiz de Fora fica na Rua Antônio José Martins, nº130, Centro. O telefone para informações é o (32) 3215-2525.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: