Anuncie
Juiz de Fora e Região

Juiz de Fora sedia Jornada de Atualização em Ultrassonografia

Por: Diário Regional 01/09/2017 6:37

O CETRUS, centro de treinamento, referência no Brasil na área de diagnóstico por imagem, vai realizar a Jornada de Atualização em Ultrassonografia, no próximo sábado, 2, das 8h30 às 17h30, no Hotel Gran Victory, que fica na Avenida Presidente Itamar Franco, nº 3.800, bairro Cascatinha. A inscrição custa R$150, com almoço incluso, e será feita no local.

De acordo com a Especialista em Ultrassonografia, Dra. Juliana Abdalla, o objetivo da jornada é criar um momento para a troca de experiência entre os médicos que fazem ou que acompanham o ultrassom. “É um momento dos profissionais se atualizarem, principalmente na área de ginecologia e obstetrícia. Então serão realizadas palestras com temas atualizados e relevantes. Ao mesmo tempo, é um momento de discussão de casos, então os médicos podem levar dúvidas e discutir casos. Isso será importante para eles se atualizarem”, ressalta Juliana. O evento tem como público alvo ginecologistas, obstetras, ultrassonografistas, clínicos gerais e radiologistas.

Serão abordadas, dentre outras coisas, as três principais causas de mortes de bebês antes dos 30 dias de vida. As duas primeiras são o parto prematuro e a apresentação de algum tipo de anomalia ou má formação. “Será discutido como rastrear o parto prematuro, qual a época da gravidez na qual é importante fazer o ultrassom, como ele deve ser feito e o que pode ser feito para diminuir a taxa de parto prematuro”, esclarece a médica.

A terceira causa de morte é o coração fetal, que será tema da palestra “Como rastrear o coração do bebê para identificar alguma anomalia”. Na mesma, será ensinado e discutido como fazer o rastreamento de um coração normal, para não deixar passar nenhuma má formação, o que será mostrado na prática e na teoria. “Esse ano saiu um programa do Ministério da Saúde, por meio do qual o governo vai aumentar o investimento no tratamento dos bebês com problemas cardíacos. Sendo assim, os médicos devem descobrir esses problemas no pré-natal para poder tratá-los depois”, complementa Juliana.

 

Restrição de crescimento e doppler

Juliana abordou, ainda, a restrição de crescimento, que acontece quando os bebês não crescem de forma adequada durante a gravidez, e, ao final da gestação, tem peso menor do que deveriam. Dentre outras causas, o problema ocorre porque a mãe não alimentou bem o bebê, ou porque houve algum problema na placenta e o neném não foi bem nutrido.

A médica também falou do doppler, exame complementar ao ultrassom, que identifica quais os bebês que podem continuar na gravidez e quais precisam nascer porque estão mal nutridos. “O doppler identifica a nutrição dos bebês, o fluxo sanguíneo da mãe para o neném. É um exame antigo, mas os critérios mudaram. Hoje, são usados critérios diferentes para dar mais segurança para os nenéns”, afirma. No evento serão realizadas aulas práticas e teóricas sobre o assunto.

Juliana ainda destacou a evolução da ultrassonografia na atualidade e como isso pode ajudar a evitar problemas para o bebê. “A ultrassonografia vem evoluindo muito rápido e hoje já se consegue avaliar muito bem a anatomia do bebê, permitindo identificar problemas no começo da gravidez, para tratar o quanto antes”, conclui.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: