Mais de 800 motoristas foram multados em rodovias estaduais no feriado

A 4ª Companhia da Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário (PMR) divulgou balanço da “Operação Semana Santa 2017”, que foi executada nas rodovias estaduais de quinta-feira, 13, até domingo, 16. Ao todo, 2.357 veículos foram fiscalizados. Deste total, 354 ficaram retidos. Entre os principais motivos para a retenção estão diversos tipos de infração de trânsito, falta do cinto de segurança, pneu liso e farol queimado.

O excesso de velocidade foi a principal infração detectada, por meio de radares móveis, nas rodovias. O equipamento registrou 877 veículos acima da velocidade permitida no eixo JF-Viçosa. O Departamento de Polícia Rodoviária Federal arrecadou em multas R$11.042,49. Já o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) emitiu 472 autos de infração.

Em um período de quatro dias de operação foram registrados 18 acidentes. Dez pessoas ficaram feridas e duas morreram. O restante desse total não teve ferimentos. O comandante do Pelotão de Trânsito Rodoviário, tenente Jader Augusto de Oliveira, alerta que os acidentes são ocasionados, na maioria dos casos, por imprudência do condutor. “A falta de atenção, trafegar em velocidade incompatível com a via, fazer ultrapassagem forçada e em local proibido e não manter a distância de segurança são as principais causas dos acidentes. É importante ressaltar que essas operações que executamos são, sobretudo, a favor da vida, mas os condutores precisam se conscientizar”, enfatiza o comandante.

Também foram flagrados pela PMR, motoristas trafeganmdo no trecho da nova rodovia que está sendo construída para ligar a BR-040 à MG-353. Neste sentido, Oliveira destacou que a estrada ainda não está liberada para a passagem de veículos.

A 4ª Companhia da PMR também alerta os motoristas para os locais mais perigosos. São eles: MG-353, entre Coronel Pacheco e Juiz de Fora (km 55 ao Km 70) e MG-133, entre Piau e Tabuleiro (km 7 ao Km 19), nos quais há trechos sinuosos, com poucos locais de ultrapassagem e falta de acostamento; MG-447, entre Ubá e Visconde do Rio Branco (km 1 ao Km 18), onde há alto fluxo de veículos, motocicletas e transporte de carga; BR-120, entre Viçosa e Teixeiras (km 630 ao Km 670), com a presença de longos trechos em aclive/declive e ausência de sinalização horizontal; MG-120, entre as cidades de Dona Euzébia e Leopoldina (km 744 ao Km 759), com trechos sinuosos, poucos locais de ultrapassagem, falta de acostamento e alto fluxo de veículos, motocicletas e transporte de carga .

Em edição anterior, divulgamos o resultado da operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal nas rodovias federais. Nenhuma morte foi registrada. No entanto, mais de 3 mil motoristas foram autuados. Com a divulgação da PMR, o número de infrações registradas passou de 4 mil.

Para o feriado de Tiradentes, na próxima sexta-feira, 21, a 4ª Companhia da Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário repetirá a operação nas rodovias estaduais, concentrando os esforços nos trechos mais perigosos. A ação terá início nessa quinta-feira, 20, e segue até domingo, 23.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: