Polícia apresenta suspeito de matar vigia em condomínio na Zona Norte

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos (DERR) apresentou um jovem de 21 anos, autor dos disparos que levaram à morte um vigilante de 50 anos, no dia 18 de maio, em uma residência localizada no condomínio habitacional Novo Triunfo II, na Zona Norte. “Um outro vigilante, de 30 anos, que ficou vivo na data do fato, realizou o reconhecimento na delegacia e identificou o suspeito”, explicou o delegado Rogério Couto de Magalhães Woyame, que está respondendo interinamente pela DERR. O homem retratado pela polícia tem passagens por porte ilegal de armas tráfico de drogas, roubos, entre outras ocorrências.

O crime teria ocorrido por voltas das 19 horas. A vítima foi executada friamente com um tiro na cabeça, enquanto um outro vigilante, que estava presente no local, foi alvejado na perna. Ainda, conforme as informações do delegado, o homem, suposta segunda vítima, também está preso desde sexta-feira, 2, e é investigado por participação no crime. “Durante o depoimento, percebemos diversas contradições na versão dele e isso levantou suspeitas, principalmente, por ele não ter pedido socorro em um comércio próximo, por não ter ligado para os bombeiros ou a polícia e até mesmo, quando ele fala que notou que a vítima estava morta, mas não colocou a mão no corpo dela para checar. Tudo isso nos leva a crer que houve uma combinação para roubar a arma e o colete do segurança”, acrescentou o delegado.
Woyame ratificou, também, que as diligencias continuam. “Estamos procurando ouvir pessoas do local. Algumas versões que já ouvimos dos populares, reforçam a participação do vigilante”, finalizou.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: